Em primeira pessoa

Super Hero Girls – um grande acerto

por John Lee Murray
25 de outubro de 2016


Neste momento em que tanto se fala em girlpower, empoderamento feminino, quando as princesas pegam a espada e vão à luta matar o dragão junto com o príncipe, a série Super Hero Girls é um grande acerto.

Enquanto as garotas vão ganhando cada vez mais terreno nos grandes blockbusters – temos aí a Rey marcando seu espaço em Star Wars, a Viúva Negra em Vingadores e a Mulher Maravilha em Batman vs Superman -, eis que surge um problema: as meninas querem levar suas heroínas para casa. Entrar na loja de brinquedos ou na papelaria e sair com uma boneca, um caderno… Elas não querem mais só princesas, elas querem suas heroínas!

A DC Comics percebeu isso e trouxe para as meninas as Super Hero Girls. Muito mais que uma ótima série de livros, Super Hero Girls é um universo para deixar todo fã louco. Série no youtube, bonecas, fantasias, legos, instagram, as meninas da DC estão em todos os lugares.

E vêm de todos os lugares: personagens como Poison Ivy/Hera Venenosa, de séries que já vimos na TV como Gotham, entre vários outros, ou pegando carona nos sucessos do cinema da Harlequina e Katana de Esquadrão suicida e da Wonder Woman/Mulher Maravilha de Batman vs Superman, sem falar no vasto universo dos quadrinhos, dão as caras na Super Hero High, uma escola de ensino médio em que jovens heróis aprendem a desenvolver seus superpoderes.

as-aventuras-de-wonder-woman

E esse é o pulo do gato, as referências que fazem o velho fã ler para a filha e apresentar as personagens à nova geração nerd. Isso e o fato de onde você entrar esbarrar com uma Super Hero Girl… Seja uma loja de brinquedos ou uma livraria.
Falando do livro em si, a escolha de Lisa Yee como autora não poderia ser mais acertada. Lisa trabalhou na Disney antes de seguir carreira de escritora. Seu livro de estreia, Millicent Min, Girl Genius recebeu o Sid Fleischman Humor Award em 2004. Ela conseguiu capturar a essência dos personagens e inserir uma roupagem atual e moderna sem perder o charme que os tornou sucesso.

Super Hero Girls é o portal de entrada para um grande universo, a melhor maneira de conquistar uma nova geração de fãs – aquelas cansadas de princesas fofinhas, em busca de uma princesa amazona, como a Wonder Woman do primeiro livro da série que acaba de chegar ao Brasil pela Rocco Jovens Leitores.
*John Lee Murray, editor, designer, fã de quadrinhos e pai de uma super hero girl.

Tags1: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *