Em primeira pessoa

O começo de tudo

por Helena Gomes
19 de junho de 2014


O arqueiro e a feiticeira foi o começo de tudo. Não apenas de uma série de sete livros, mas da minha vida como escritora. O ano era 2001 e eu já tinha 34 anos. Não era mais uma garotinha cheia de histórias na cabeça e sim a adulta que resolveu apostar no sonho. Na época, eu trabalhava como jornalista, ou seja, estava acostumada a escrever bastante. Não literatura, claro, mas histórias reais, fatos que precisam de apuração e pesquisa.

E o sonho foi acontecendo, desafiante, as ideias trabalhadas e retrabalhadas no texto que surgia. Uma das inspirações veio de um filme antigo, O feitiço de Áquila, que vi no cinema nos anos 80 e me influenciou a tal ponto que tive que criar minha própria história. Foram, então, partes dessa história original que utilizei para escrever aquele que se tornaria o primeiro livro da série A Caverna de Cristais.

E como os cristais acabaram entrando nessa história? Bom, a primeira cena que escrevi foi o prólogo do primeiro livro, quando a personagem Hannah confia a um subordinado uma perigosa missão. Eles se encontram numa caverna de cristais, cenário que escolhi depois de admirar por longos minutos um cristal que deixo sobre minha mesa de trabalho e que lembra uma pequena caverna. Cristal, aliás, que ganhamos de uma empresa como brinde de final de ano…

Daí você pensa: como é possível que um brinde de final de ano e um filme tão antigo possam servir de inspiração para uma emocionante saga de Literatura Fantástica, cheia de ação, suspense e reviravoltas, no passado, a primeira a ser publicada por uma escritora brasileira e, no presente, a primeira a sair exclusivamente como e-book pela Rocco? Eu te conto: porque funciona assim a cabeça de quem cria histórias. Imagens, sons, lembranças, absolutamente tudo, por mais comum que seja, pode servir como fonte de inspiração. Como a foto que ilustra este texto: um cenário real que, para mim, sempre será o universo de origem de meus personagens nergals e eloras, o admirável mundo de brumas azuis.

De todos os livros que escrevi até hoje (são quase trinta publicados, finalistas de prêmios e selecionados por programas de governo), a série A Caverna de Cristais é a que reúne as inspirações mais diversas, de antigas religiões pagãs a Dragon Ball Z, de renascimentos a histórias medievais de cavalaria, de elfos a viagens espaciais, de alienígenas a belíssimas paisagens irlandesas e muito, muito mais. É uma grande mistura para uma receita única que ainda homenageia filmes, livros, autores, seriados, bandas de rock, HQs, desenhos animados, pessoas reais e fictícias.

Foi um laboratório de experimentações em minha jornada como escritora. Um trabalho que fui reescrevendo, cada vez mais experiente, várias e várias vezes em épocas diversas. Hoje considero a série amadurecida, reflexo do que fui e do que sou agora como escritora.

Uma grande aventura que começa com o arqueiro Thomas, um bruxo com poderes especiais e o único que poderá deter o avanço de inimigos aterrorizantes. Como a caverna de cristais do título, traz detalhes que compõem o todo, um cenário multifacetado em que nada realmente é o que parece.

Se você quiser conhecer meu trabalho, entre no meu blog.

Você encontra mais sobre a saga A caverna de cristais aqui.

Helena Gomes

Jornalista, escritora e professora universitária, Helena é autora de O Arqueiro e a Feiticeira e do conto A herança da bruxa (2014), da série A Caverna de Cristais. Este mês, Helena lança Aliança dos Povos, segundo volume da série. Sua obra inclui ainda outros títulos de literatura fantástica como Lobo Alpha (2006) Código Criatura (2009).

 

 

Tags1: , ,

Comentários sobre "O começo de tudo"

  1. Longa e deliciosa jornada, cheia de dúvidas e caminhadas pela praia, apreensões, medos, alegrias e tristezas. Você cresceu e se tornou algo que nós seus amigos já sabíamos: uma grande e excelente escritora ou como eu prefiro te chamar minha contadora de sonhos. Helena, não estou mais presente fisicamente, mas vc me fez sonhar qdo eu já não tinha mais sonhos… Te levo pra sempre em meu coração. Saudades.

  2. Tenho orgulho de fazer parte do seu mundo acadêmico e de ser uma fãzoca dos teus livros. És uma pessoa doce, encantadora, que muitas vezes está com dor e mesmo assim está na sala de aula compartilhando aprendizado, paixão pelo que faz. Além de tudo és mãe, e que mãe, sempre preocupada com os filhos, falando do orgulho dos pimpolhos. Te admiro e teus livros já viraram presentes para amigos que considero muito e desejo que conheçam teu mundo de fantasias, sonhos, de uma realidade que pode ser possível. Beijos no coração

  3. Pingback: Hangout sobre literatura Fantástica | Rocco

  4. Pingback: Baixe gratuitamente novo conto de Helena Gomes | Rocco

  5. Helena,

    Tive a oportunidade de ler o Arqueiro e a Feiticeira pois um amigo me emprestou, e me apaixonei pela historia, vivenciei cada cena, mas estou em um dilema angustiante, não encontro em minha cidade para comprar e nos sites conhecidos de venda não encontro todos os volumes, desta forma peço humildemente que me ajude nesta batalha para comprar todos os volumes.

Deixe uma resposta para Alexandre Magno Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *