Uma colher de terra e mar

Uma colher de terra e mar

Coleção O legado de Orïsha #1

Autor: DINA NAYERI

Preço: R$ 49,50

384 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-2970-1

Assuntos: Ficção – Romance/Novela

Selo: Editora Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 29,50

E-ISBN: 978-85-8122-530-2

Quando a menina Saba, de 11 anos, se vê em um carro rumo ao aeroporto de Teerã sem sua inseparável irmã gêmea, Mahtab, ela entende que há algo muito errado acontecendo. O ano é 1981. O Irã sente as transformações que a revolução islâmica trouxe, refletidas nos novos comportamentos e na rigidez do cotidiano. Sair do país é muito arriscado. Na sala de embarque, Saba vê sua irmã de relance, nos braços de outros pais. Decidida a descobrir o que está acontecendo e a não sair do país sem a irmã, Saba foge pelo saguão lotado, procurando respostas. A atitude da menina chama a atenção da polícia religiosa, os Mulás. Eles levam sua mãe para prestar explicações. As memórias daquele dia são confusas. Quando Saba volta para casa, sem nunca ter embarcado, todos, inclusive seu pai, consideram sua irmã e sua mãe mortas. Saba, não. Ela está certa que viu ambas entrarem em um avião rumo aos Estados Unidos.

Em seu primeiro romance, a autora iraniana Dina Nayeri constrói uma narrativa forte, realista e cheia de nuances. Dina tece um Irã cheio de lendas, cores e costumes. A revolução islâmica torna a sociedade iraniana bem mais discreta, mas sua verdade permanece viva em sua cultura e alma. A personagem Saba cresce em uma aldeia rural produtora de arroz, no interior do país. Em uma paisagem de crenças milenares, onde o recato é um sacramento, a menina tenta entender o significado de ser tornar mulher. Casamentos forçados, violência e injustiças contra mulheres em nome da religião. Seria a feminilidade um pecado e a beleza, um crime?

A sombra do desaparecimento de sua mãe e irmã torna esse processo ainda mais delicado. Saba tem certeza do que viu. Ela foi deixada para trás. Hoje, as duas moram na América e desfrutam de todos os luxos e liberdades de uma vida ocidental idealizada por ela. Esse fato alimenta ainda mais sua obsessão por fragmentos da cultura americana. Saba decora vastas listas de palavras em inglês e coleciona um tesouro ilegal: fitas de bandas de rock, seriados de TV americanos e revistas Life e Time contrabandeadas. Enquanto isso, do lado de fora, seu país ergue punhos fechados contra o demoníaco ocidente.

Com o passar dos anos, Saba se torna uma exímia contadora de histórias. Em todas elas, Mahtab é protagonista. Graças aos retalhos de cultura amealhadas em sua coleção, Saba cria paralelos ocidentais para toda a angústia que vive em um país esmagado pela revolução. Se Saba não tem escolha, Mahtab é destemida e dona do seu nariz. Se Saba não sabe como agir, Mahtab é proativa e bem resolvida. Suas histórias cativam os aldeões, mesmo aqueles que acreditam que a outra gêmea está morta. A imaginação se torna a principal arma contra a opressão.

Saba tem certeza de que sua vida pertence a um outro lugar, à America. Mas quantas agruras ela terá de viver antes de buscar a terra da liberdade? Ao final, não importa quantas colheres de terra e mar separam as duas irmãs. Elas estarão sempre unidas pelo coração.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Dina Nayeri é uma autora iraniana exilada e radicada nos Estados Unidos. Seu primeiro romance publicado foi aclamado pela crítica internacional e traduzido para 14 idiomas. Suas histórias e artigos foram publicados em vários jornais e revistas internacionais como Marie Claire, Wall Street Journal, Vice e Glamour.

Página do autor +