Sete Contos de Arrepiar

Sete Contos de Arrepiar

Coleção E quem quiser que conte outra

Autor: FLÁVIO MORAIS

Preço: R$ 37,50

48 pp. | 19x28 cm

ISBN: 85-325-1577-0

Assuntos: Infantil, Rocco Pequenos Leitores, Terror

Selo: Rocco Jovens Leitores

A coleção "E quem quiser que conte outra…", da Rocco Jovens Leitores, acaba de ganhar mais um título. Sete contos de arrepiar, de Flávio Morais, com ilustrações de Julio Cesar Carvalho, é o nono livro da coleção, que reúne autores contemporâneos passando para o papel contos colhidos do folclore brasileiro e estrangeiro, sem perder o gostinho que vem da tradição oral.

Sete contos de arrepiar chega às livrarias trazendo as melhores narrativas de assombração contadas pelo sertão nordestino, para que essas histórias não virem fantasmas na memória das novas gerações. Em vários contos, o sobrenatural divide espaço com o prosaico, e as belas ilustrações de Julio Cesar captam com perfeição essa atmosfera de realismo mágico presente em "A ave e o caçador", "Uma noite muito estranha" e "O plano do capeta", entre outras histórias.

Na maioria dos contos, o sobrenatural vem representado por forças malignas que acabam sendo vencidas pelo amor, pela fé e pelo respeito ao divino. Mas há histórias em que não acontece exatamente assim. É o caso, por exemplo, de "O cão-de-espeto", uma das narrativas mais assustadoras do livro, e da preferida do autor, "O poço", que possui um final surpreendente.

A parte final do livro revela ainda uma outra surpresa para o leitor. Na seção "E quem contou antes…", estão as histórias das histórias. Flávio Morais conta quando e de quem ouviu pela primeira vez cada uma das narrativas reunidas ali, suas origens, às vezes desconhecidas, e como elas foram registradas em estudos sobre folclore por nomes como Câmara Cascudo e José Salles Neto.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Flávio Morais é folclorista, escritor, poeta, compositor e juiz de Direito. Nasceu no estado do Ceará, em 1970. Seu intenso convívio, na infância, com contos fantásticos populares fez dele um apaixonado pelo gênero. Sete contos de arrepiar é seu trabalho mais recente, resultado de dois grandes desejos: compartilhar com os leitores a paixão por narrativas orais e garantir-lhes a eternidade, na memória e no coração de todos.

Página do autor +