Sam e Outros Contos de Animais

Sam e Outros Contos de Animais

Coleção Dorothy tem que morrer

Autor: NOAH GORDON

Preço: R$ 48,00

80 pp. | 21x29 cm

ISBN: 85-325-1582-7

Assuntos: Infantil, Rocco Pequenos Leitores

Selo: Rocco Pequenos Leitores

Disponível em e-book

Preço: R$ 29,50

E-ISBN: 978-85-81220-69-7

Depois de alcançar enorme êxito com romances históricos como O físico, O xamã e O último judeu, todos publicados pela Rocco, o renomado escritor norte-americano Noah Gordon estréia na literatura infantil com Sam e outros contos de animais.

Em sua primeira obra para crianças, ele conjuga qualidade artística e valores humanos ao falar sobre beleza, sinceridade e sutileza da relação que as crianças mantêm com os animais. São cinco contos repletos de sensibilidade, onde tartarugas, pássaros, raposas e vaga-lumes ensinam um pouco mais sobre a fauna silvestre e guiam meninos e meninas pelos ricos caminhos do mundo da literatura. Ao final de cada história a criança encontrará uma ficha com dados sobre os animais citados.

Noah Gordon viveu 18 anos em uma fazenda no oeste de Massachusetts e foi nessa época que tomou gosto por animais silvestres. Sempre incentivou seus filhos a terem animais de estimação e a viverem ao ar livre. Parte da inspiração para escrever o primeiro desses contos, inclusive, partiu de doces lembranças da relação que seu filho mais novo tinha com uma tartaruga.

O Sam que dá título ao livro é uma tartaruga, que morava na caixa de madeira que ficava embaixo da macieira no quintal da família Gordon. Michael, o filho mais novo de Noah, adorava o animal e o tratava com todo o carinho. Sam hibernava no inverno. Na primeira primavera, antes que acordasse de seu sono profundo, o menino achou que havia perdido o seu bichinho de estimação de vez. Toda encolhida dentro de seu casco, a tartaruga não dava sinal de vida. Levou muito tempo para que acordasse. "Eu me lembro claramente do alívio que senti quando vi sua cabeça emergir", diz Michael Gordon. A família conversava muito sobre o bem-estar de Sam e chegou um dia em que chegaram a um acordo de devolvê-la ao rio. "Sentiria muito a falta dela, mas já tão jovem eu havia aprendido que era errado forçar um animal selvagem a viver em cativeiro. Graças à história, minha filha Sara pôde aprender todas essas lições também", explica.

Este momento está registrado no livro e dos cinco contos é o único que não pode ser classificado totalmente como ficção. Noah nomeou os personagens de todos os contos com o nome dos seus netos. Ele conta que escreveu o livro por se preocupar com o futuro dos animais. "Quanto mais as pessoas constroem casas, lojas e fábricas, menor é o espaço que os bichos silvestres têm para viver e menor é o número de pessoas que conseguem respeitá-los. Eu gostaria que as crianças soubessem o quanto eles são fascinantes, admiráveis e muito diferentes dos empalhados, dos animais de estimação e daqueles que se pode ver nos zoológicos", finaliza.

Com as mágicas ilustrações de Leandro Flores e o suave texto de Noah Gordon, Sam e outros contos de animais é uma obra digna de ser guardada por várias gerações como um tesouro.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Noah Gordon nasceu em 11 de novembro de 1926 em Worcester, Massachusetts. Depois de um curto período no exército norte-americano, do qual saiu quando a Segunda Guerra Mundial chegou ao fim, Gordon fez um curso preparatório para estudar medicina, mas acabou optando por jornalismo. Desde criança, sonhava trabalhar em jornal e escrever livros como aqueles que gostava de ler. Formado, passou um período em Nova York, até voltar para Boston e trabalhar no Boston Herald. Especializou-se na área de ciências.

Página do autor +