Puxa, Qual Bruxa?

Puxa, Qual Bruxa?

Coleção Coleção Marginália

Autor: EVA IBBOTSON

Preço: R$ 24,00

160 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1345-X

Assuntos: Juvenil, Rocco Jovens Leitores

Selo: Rocco Jovens Leitores

No reino encantado onde vivem os personagens criados por Eva Ibbotson, as bruxas são modernas, não voam em ultrapassados cabos de vassoura, organizam festas, assembléias, passeios, são articuladas, vaidosas e sabem disputar a mão de um homem, melhor dizendo, de um bruxo, no caso, Arrimã, o horrível, mais conhecido como Bruxo do Norte.

A confusão começa quando Arrimã faz um comunicado solene anunciando que está disposto a se casar, desde que a eleita seja uma feiticeira com os mais terríveis poderes.

Todas as bruxas da Toca da Raposa são convocadas para aquela maratona especial de feitiçaria no Brejo do Baixo Vento. Mas qual delas merece o primeiro lugar, quer dizer, o coração de Arrimã? Mabel Naufrágio? Ethel Forragem? Nancy e Nora Gritador, as bruxas gêmeas? Ou Beladona?

Beladona? Justo ela que pratica a mais branca de todas as magias? Não, Beladona não pode concorrer. Até porque a coitadinha não tem a menor chance. Jovem, linda, cabelos dourados, faz rosas brotarem na neve, pássaros dourados cantarem e não possui sequer um horripilante animal de estimação como todas as outras. Ostensivamente ignorada por suas companheiras, sofre calada. Desde cedo compreende que não é uma delas. E assim, jamais vencerá o concurso.

Mas os feitiços da paixão, mais poderosos do que todos os outros, preparam uma surpresa encantada para Arrimã e sua futura esposa.

De Eva Ibbotson, a Rocco publicou também O segredo da Plataforma 13.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Eva Ibbotson nasceu em Viena e passou os primeiros anos de sua infância viajando pela Europa, entre a residência de seu pai, cientista, e a de sua mãe, romancista e dramaturga, os quais se separaram quando ela completou três anos. Quando os nazistas chegaram ao poder, sua família fugiu para a Inglaterra e Eva foi enviada para um internato. Ela planejava se tornar fisiologista, mas odiava experiências com animais e foi salva de uns coelhos ferozes por seu futuro marido. Tornou-se escritora enquanto criava seus quatro filhos. Seus romances juvenis figuram entre os mais vendidos em todo o mundo. Muitos são premiados, como Jornada pelo Rio Mar, que recebeu o prêmio Ouro da Nestlé, e A estrela de Kazan, merecedor do prêmio Prata da Nestlé e recomendado para a medalha Carnegie. A autora morreu em 2010, aos 85 anos.

Página do autor +