Por que Marte e Vênus Colidem

Por que Marte e Vênus Colidem

Coleção O legado de Orïsha #1

Autor: JOHN GRAY

Preço: R$ 32,50

248 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-2369-3

Assuntos: Autoajuda

Selo: Editora Rocco

“Marte e Vênus não precisam colidir. Juntos, eles podem dominar o estresse, criando uma vida de amor.”

Homens são de Marte, mulheres de Vênus. Sim, há diferenças físicas e emocionais. Mas por que colidem? E é justamente essa a tônica do mais novo lançamento do autor americano, John Gray, Por que Marte e Vênus colidem – Como homens e mulheres podem driblar o estresse, pela editora Rocco. Não se trata de um livro com fórmulas milagrosas para solucionar os problemas entre casais, provocados por um dos maiores “vilões” do mundo moderno, o estresse, mas sugere inúmeras mudanças de comportamento que auxiliarão, e muito, a esses dois “planetas estranhos” conviver melhor e em sintonia.

Em Por que Marte e Vênus colidem, Gray demonstra, através de pesquisas, que o cérebro do homem tem mais dificuldade em conectar as suas emoções com seus pensamentos e articular o que sente. Já o da mulher é constituído para comunicar e expressar sentimentos. Essa diferença é a fonte de muitos atritos nos relacionamentos.

Esperar que mulheres sejam iguais aos homens e vice-versa é contraproducente. Este livro ajuda a interpretar o comportamento dos(as) parceiros(as) sob uma ótica mais positiva, libertando-os, assim, de expectativas não realistas de que eles pensem, sintam e ajam igualmente. O apoio mútuo diminui os níveis de estresse e a maneira mais eficaz de fazer isso é respeitar as diferenças, que são anatômicas e condicionadas pelo cérebro.

Ao longo desta obra, o leitor irá se conectar com o universo dos hormônios masculinos e femininos, citados pelo autor como grandes responsáveis pelos níveis de estresse, e irá aprender e entender maneiras de como transformá-los em grandes aliados na geração de harmonia e bem-estar. Uma dessas dicas é a “Solução 90/10”, onde demonstra às mulheres que são elas as responsáveis por 90% de sua felicidade, delegando aos homens, apenas, 10% desta tarefa.

Para isso, sugere uma lista com cem formas de como as mulheres podem gerar oxitocina – hormônio necessário para aliviar o estresse, estimulado por comportamentos de ternura e amizade – sozinhas. Mas também enumera cem maneiras dos homens elevarem os níveis de oxitocina das mulheres. Homens e mulheres podem colaborar para o alívio do estresse; porém, somente com expectativas realistas e um senso apropriado de responsabilidade.

Por que Marte e Vênus colidem, é uma leitura direcionada a marcianos e venusianas. Relaciona erros comuns que ambos cometem num desentendimento e suas respectivas reações defensivas. Mostra a anatomia de uma briga e destaca técnicas para não mais brigar e fazer as pazes. Destaca, também, que quando esses dois planetas entendem que são diferentes reduzem o atrito e aumentam o entrosamento.

Entre outras, duas alternativas de destaque sugeridas pelo autor para recuperar a harmonia entre o casal são: Conversas de Vênus e Reuniões de Marte. No último caso, aconselha um intervalo de tempo, após um desentendimento, para que ambos reflitam, separadamente, sobre o que aconteceu e, a partir daí, procurem uma solução. Já em Conversas de Vênus as mulheres falam sobre o que sentem, sem a pretensão de resolverem o problema, querem apenas ser ouvidas. E lista pontos práticos que auxiliam os casais a alcançar o objetivo da harmonia.

Mas Gray é enfático ao ressaltar que para criar uma vida de amor, paixão e atração, primeiro os parceiros têm de lidar com o estresse. E oferece mais uma dica aos leitores: “Para manter vivos o amor e a paixão é preciso muito mais do que tentar repetir o que aconteceu tão facilmente no passado. Você tem de aprender novas técnicas de abordagens para reduzir o alto nível de estresse em sua vida, em parte resultante das mudanças de papéis entre homens e mulheres. Você tem de trabalhar com seu parceiro e sua biologia para reduzir o estresse em suas vidas.”

Seguindo as dicas em Por que Marte e Vênus colidem, Marte e Vênus têm as ferramentas nas mãos para baixar seus níveis de estresse ao experimentarem uma realização independentemente de seus parceiros, permitindo terem de volta as sensações maravilhosas que tinham no início do relacionamento.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Nascido em 28 de dezembro de 1951, em Houston, Texas, John Gray ficou mundialmente conhecido em 1992, quando Homens são de Marte, mulheres são de Vênus foi lançado. O livro permaneceu por 44 semanas na lista de bestsellers do The New York Times, e contabiliza mais de 50 milhões de exemplares vendidos, com tradução para 45 países. Terapeuta e organizador de cursos e seminários, Gray dedica-se há mais de 20 anos ao estudo do relacionamento de casais e já publicou mais de uma dezena de livros sobre o tema, publicados no Brasil pela Rocco. Atualmente, o autor vive com a mulher e os três filhos na Califórnia.

Página do autor +