O Tirano

O Tirano

Coleção As Memórias do Primeiro Tempo

Autor: VALERIO MASSIMO MANFREDI

Preço: R$ 40,00

336 pp. | 16x23 cm

ISBN: 85-325-1894-X

Assuntos: Ficção – Romance/Novela, Romance Histórico

Selo: Editora Rocco

Dionísio, ou Dionísio I, ou ainda Dionísio, o Velho, viveu de 430 a 360 a.C., foi rei de Siracusa, na Sicília, transformada na cidade mais poderosa da Itália, e ficou conhecido por sua tirania e também como patrocinador e amante do teatro. Um daqueles personagens que a gente conhece num livro de História escolar e com o tempo acaba esquecendo. Mas nas 336 páginas de O tirano (Il Tirano, 2003) o governante e líder guerreiro Dionísio surge como uma figura viva e impressionante que os leitores dificilmente vão esquecer. Mais uma vez o escritor italiano Valerio Massimo Manfredi resgata um período da Antigüidade e o recria como uma vibrante saga de conquistas, amores e intrigas. Como em sua obra mais conhecida, a trilogia sobre Alexandre, o Grande, Aléxandros, um grande sucesso também publicado no Brasil pela Rocco, o professor Manfredi usa sua erudição para romancear o passado numa rica e envolvente narrativa que mistura fato e ficção.

"O nome dele era Dionísio, Dionísio de Siracusa. Mas o mundo inteiro o conhece como… o tirano!", explica o autor no final do prólogo. A partir daí começa a ascensão do jovem soldado de 22 anos, comandante do corpo de guarda de Siracusa, que se tornou rei e fez da cidade-estado portuária na costa sudeste da Sicília uma das principais potências de seu tempo. Dionísio também é mostrado em seu lado mais humano, em seu relacionamento com a jovem Aretes e mais tarde com os filhos, Dionísio II, Hiparinos e a pequena Aretes, e parentes próximos. No entanto, é como guerreiro que Manfredi melhor define seu personagem, numa série de batalhas realizadas em terra e mar ao longo dos anos em defesa e pela glória de sua nação. Numa edição feita com o cuidado de esclarecer o leitor, O tirano traz mapas de Siracusa, da Sicília e da Itália grega da época bem como diagramas das batalhas de Gela, Mótya, Catânia e Heléporo, empreendidas por Dionísio I.

Comente  
Instagram

O AUTOR

O italiano Valerio Massimo Manfredi é historiador, arqueólogo, professor na Universidade de Milão, escritor e jornalista, tendo dirigido expedições científicas, escavações e explorações na Itália e em outros países da Europa e Oriente Médio. A Rocco publicou a trilogia Aléxandros e Akropolis, O escudo de TalosO tirano, O império dos dragões, O faraó das areias, A grande história de Alexandre e O exército perdido. Meu nome é ninguém, o regresso é a sequência de Meu nome é ninguém, o juramento. 

Página do autor +