O Terceiro Jesus

O Terceiro Jesus

Coleção Dorothy tem que morrer

Autor: DEEPAK CHOPRA

Preço: R$ 38,50

256 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-2469-0

Assuntos: Autoajuda, Religião/Espiritualidade

Selo: Editora Rocco

Numa época de fundamentalismo religioso, o líder espiritual Deepak Chopra propõe uma nova leitura dos princípios judaico-cristãos a partir de uma interpretação mais ampla e contemplativa dos ensinamentos de Jesus. Para além do Jesus histórico, criador dos fundamentos da teologia cristã, e daquele visto como filho de Deus, que personifica uma instituição religiosa, o autor apresenta um mestre universal que deixou à humanidade um legado de compaixão, tolerância e amor.

O princípio básico do cristianismo, que se origina de Mateus 7:12, é simples o bastante para ser ensinado até mesmo a crianças pequenas: faça aos outros o que você gostaria que lhe fizessem. No entanto, tomado ao pé da letra, esta regra de ouro requer que você trate um inimigo como um igual, exigindo total empatia pelo ser humano no que ele pode ter de bom ou de ruim. Esta dificuldade pode, segundo o autor, ser resolvida. Basta buscar nas palavras e ações do Nazareno uma nova interpretação, que ultrapasse seu sentido mais literal.

Para entender como a visão de Jesus era efetivamente radical é preciso examiná-la na sua totalidade. Para Chopra, Cristo pretendia estabelecer o Paraíso na terra. Guerras e conflitos desapareceriam e as pessoas se relacionariam de alma para alma, independentemente de sua riqueza e posição pessoal. Os homens seriam motivados pelo amor a Deus e no lugar da raiva, do medo e da dúvida a humanidade sentiria o amor e as bênçãos divinas. O comportamento amoroso e pacífico dirigido a todos sem distinção acabaria refletindo em corpos saudáveis e livres de doenças. Assim, Deus se faria presente no cotidiano dos homens.

Tal utopia é possível de ser vivenciada. E é nas palavras de Jesus que se encontra o caminho para a felicidade. Na verdade, segundo o autor indiano, Cristo deixou sinais claros em seus ensinamentos que são os fundamentos de uma vida espiritual rica e plena de realizações. Quando ele afirma que é Luz, dá ao homem a chance de se perceber como alguém que pode encontrar a iluminação.

O autor também realiza uma reflexão crítica sobre questões delicadas para o cristianismo. Em uma sociedade competitiva e fundada no materialismo, as instituições religiosas muitas vezes se posicionam de modo inflexível com relação a direitos civis, como o aborto e as disputas territoriais, que geram conflitos e guerras. Mas esse drama é projetado do mundo interior para o exterior. Somos atraídos para o drama porque é o nosso drama. Mas o que faria Jesus se hoje estivesse presenciando tais acontecimentos? Ele continuaria provavelmente seguindo o seu caminho. Manifestaria coragem, verdade, solidariedade e amor que realmente possuía. Não fingiria ser o que não era.

Dividido em três partes, o livro de Deepak Chopra vai além de uma abordagem diferenciada de Jesus Cristo. Propõe caminhos para os que acreditam na possibilidade da construção de um mundo melhor e mais sintonizado com a espiritualidade. Numa linguagem simples, o autor mostra que o legado de Jesus é acessível a todos, sejam quais forem suas origens étnicas, políticas e religiosas.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Deepak Chopra é autor de mais de cinquenta livros, muitos deles incluídos nas listas dos mais vendidos do New York Times, nas categorias ficção e não ficção. Com obras traduzidas para mais de 35 idiomas, Chopra é fundador e presidente da Aliança para a Nova Humanidade. Indiano radicado nos Estados Unidos desde a década de 1970, ele foi eleito pela revista Time um dos cem heróis e ícones do século.

Página do autor +