O Livro de Asta

O Livro de Asta

Coleção Coleção Marginália

Autor: RUTH RENDELL (COMO BARBARA VINE)

Preço: R$ 42,50

384 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1271-0

Assuntos: Ficção – Romance/Novela, Suspense

Selo: Editora Rocco

Alguns segredos de família jamais são revelados. Outros ficam ocultos por décadas, até que um dia vêm à tona de forma surpreendente. O livro de Asta é a história da busca de respostas para um desses segredos. Nos cadernos escritos entre 1905 e 1967, a dinamarquesa Asta Westerby, imigrante na Inglaterra, conta sua vida de mãe de família em terra estranha. Suas memórias ajudam a reconstituir o mistério que envolve um homicídio, um desaparecimento de criança e uma investigação de paternidade.

"Quando saí de casa hoje de manhã, uma mulher me perguntou se existiam ursos polares nas ruas de Copenhague. É uma de nossas vizinhas, costuma ficar de pé atrás do portão esperando as pessoas passarem; assim pode chamá-las e falar da vida dos outros." Com estas linhas, escritas em 26 de junho de 1905, Asta dá início à sua narrativa, que envolve observações argutas sobre o cotidiano, lembranças da infância e desabafos sobre a falta de amor em seu casamento.

Mulher de personalidade forte, capaz de alternar momentos de generosidade com outros de esnobismo, Asta faz questão de frisar que "nunca chora". Ler seus cadernos secretos é também acompanhar por um ângulo inusitado algumas das grandes tragédias do século, como a Primeira Guerra Mundial, em que perde um filho no campo de batalha.

Oito décadas depois, os cadernos foram transformados em romances e adaptados para televisão e cinema. Sua filha Swanny tornara-se editora do diário, revelando o extraordinário talento da mãe como contadora de histórias. Um dia, já na meia-idade, Swanny recebe uma carta anônima perturbadora, dizendo que Asta não era sua verdadeira mãe. Descobrir a verdade passou a ser uma obsessão. Após sua morte, em 1988, sua sobrinha Ann Westerby, neta de Asta e pesquisadora literária, torna-se herdeira dos cadernos. Ela tem seu interesse despertado pelo mistério e prossegue o trabalho de montar o quebra-cabeça.

Em um fascinante jogo de idas e vindas no tempo, o leitor acompanha a investigação intercalada com trechos do diário. A narração é de Ann e o resultado é uma obra cativante, com personagens densos e um clima de suspense que perdura até o final.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Barbara Vine é pseudônimo de Ruth Rendell, nascida em 1932 e considerada uma das maiores escritoras contemporâneas de suspense, com livros que se tornaram bestsellers no mundo inteiro e foram traduzidos para 25 idiomas. Como Barbara Vine, escreveu romances de cunho psicológico, adaptados para a TV pela BBC.

Página do autor +