O Dia do Casamento

O Dia do Casamento

Coleção Foxcraft

Autor: JOHN BERGER

Preço: R$ 26,50

172 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1694-7

Assuntos: Ficção – Romance/Novela

Selo: Editora Rocco

Considerado um dos maiores romancistas ingleses vivos, John Berger conta uma história de amor ao mesmo tempo bela e trágica em O dia do casamento. Protagonizado por uma jovem soropositiva, o livro tem caráter beneficente – por determinação do autor, 90% de seu faturamento referente aos direitos autorais da obra serão doados à Sociedade Viva Cazuza, instituição filantrópica destinada à assistência e prevenção da Aids.

A história gira em torno de Ninon, uma bela moça de 24 anos que leva uma vida absolutamente normal, mas feliz, em algum lugar do interior da Grécia. Uma de suas aventuras sexuais mais divertidas acontece quando ela se entrega a um cozinheiro sedutor – na verdade, um presidiário foragido. A experiência é ótima, mas não tem tempo de se converter em romance, pois o homem é capturado pela polícia no dia seguinte. Tal história logo vira passado para Ninon. Até que ela descobre que foi infectada pelo vírus HIV naquela breve aventura aparentemente inofensiva.

A revelação acontece muito tempo depois, quando Ninon já quase nem se lembra da existência do sujeito que a infectou. Ela descobre que é soropositiva justamente quando está vivendo uma história de amor encantadora com o jovem italiano Gino. O mundo parece desabar sobre sua cabeça. Furiosa, ela vai ao encontro do tal cozinheiro no presídio, disposta a matá-lo. Mas o que ela encontra é um homem já desfigurado pela Aids. Ao vê-lo, sua raiva dá lugar à compaixão e, em seguida, ao desespero, por saber que terá um fim triste como o dele.

A segunda providência de Ninon é desaparecer da vida de Gino. Ela não quer infectá-lo nem condená-lo a viver ao lado de uma mulher que definha dia após dia, muito menos despertar sua pena. Mas isso ela também não consegue: o amor do jovem italiano se mostra inabalável. Gino não quer apenas continuar com Ninon, ele deseja se casar com ela e fará de tudo para consegui-lo. Ele sabe que a união está fadada a durar pouco e a terminar com a morte da noiva. Mas nada disso importa para ele, apenas o amor e o prazer de ter Ninon a seu lado. O dia de seu casamento será uma data especial não só para os noivos como também para todos os convidados, que verão como o amor pode ser renovador mesmo diante de um destino cruel e inevitável. E para o leitor, o mais impressionante é ver que o autor consegue contar uma história como esta sem cair no melodrama em momento algum.

Para cada país onde O dia do casamento foi publicado, John Berger escolheu uma entidade filantrópica de assistência às vítimas da Aids para ajudar, doando grande parte de seu faturamento referente aos direitos autorais do livro. No Brasil, a beneficiada será a Sociedade Viva Cazuza. Há décadas que o autor tem o hábito de repassar seus lucros a causas e instituições nas quais acredita. Em 1972, por exemplo, ano em que recebeu o Booker Prize, Berger doou parte do prêmio em dinheiro aos Panteras Negras.

Comente  
Instagram

O AUTOR

John Berger nasceu em Londres, em 1926, e faleceu em janeiro de 2017, aos 90 anos, em Paris. Aos 15 anos era anarquista. Depois da Segunda Guerra Mundial, quando já era escritor, passou a ser duramente criticado por sua simpatia ao marxismo. Ele é famoso por suas obras de ficção – romances e contos – e não-ficção, em especial livros de crítica de arte. Destaque para Modos de ver, de 1972, referência para toda uma geração de historiadores da arte, ao refletir sobre a relação entre o que vemos e o que sabemos ou acreditamos. São também do autor: Terra nua, Uma vez in Europa e Fotocópias, todos publicados pela Rocco. Atualmente, vive nos Alpes franceses, praticamente recluso.

Página do autor +