Modos de Ver

Modos de Ver

Coleção Foxcraft

Autor: JOHN BERGER

Preço: R$ 25,50

168 pp. | 13x20 cm

ISBN: 85-325-0867-7

Assuntos: História Da Arte/Teoria Da Arte

Selo: Editora Rocco

"Meu caminho direciona-se no sentido de criar uma nova percepção do mundo. Dessa maneira explico, de uma forma nova, o mundo que é para você desconhecido."

(Cineasta soviético Dziga Vertov, 1923)

De que maneira as imagens que passam por nossos olhos nos afetam ou refletem aspectos da sociedade em que vivemos? Quem responde é o crítico de arte, historiador e romancista John Berger na coletânea de ensaios Modos de ver. Escrito em parceria com mais quatro autores, o livro é baseado no popular programa homônimo, veiculado pela BBC de Londres no início dos anos 70, e propõe despertar no leitor uma maneira diferente de ver ou observar cenas banais, obras de arte, publicidade etc.

Modos de ver é composto por sete ensaios que podem ser lidos em qualquer ordem, sendo que três deles usam apenas imagens. Ao todo, são utilizadas 155 reproduções de obras que hoje pertencem a acervos de importantes museus da Europa. Apesar de ser estruturado a partir de ponderações sobre a História da Arte, o livro transcende a sua função de pensar a questão estética e acaba fazendo o leitor refletir sobre a sua visão de mundo.

Olhar é um ato de escolha. A percepção de qualquer imagem é afetada pelo que sabemos ou pelo que acreditamos. Assim, é possível entender que toda imagem incorpora uma forma de ver. Os nus europeus, por exemplo, pintados como se a mulher estivesse a serviço do desejo do espectador (geralmente masculino), pressupõem um relacionamento desigual presente até hoje na nossa cultura, de que homens e mulheres têm presenças sociais diferentes e agem como tal.

Depois de estabelecer a clara relação entre olhar e possuir, John Berger e seus amigos partem para analisar as imagens publicitárias. Constatam que elas não são apenas um conjunto de visões competindo umas com as outras. A imagem publicitária é uma continuidade direta da pintura a óleo, uma vez que, tanto quanto aquela forma de arte, ela é a celebração da propriedade privada. Em Modos de ver, que faz parte da Coleção ArteMídia da Rocco, John Berger, Sven Blomberg, Chris Fox, Michael Dibb e Richard Hollis treinam o olho do leitor/espectador para que ele desperte para as mensagens, explícitas ou não, dos signos à sua volta.

Comente  
Instagram

O AUTOR

John Berger nasceu em Londres, em 1926, e faleceu em janeiro de 2017, aos 90 anos, em Paris. Aos 15 anos era anarquista. Depois da Segunda Guerra Mundial, quando já era escritor, passou a ser duramente criticado por sua simpatia ao marxismo. Ele é famoso por suas obras de ficção – romances e contos – e não-ficção, em especial livros de crítica de arte. Destaque para Modos de ver, de 1972, referência para toda uma geração de historiadores da arte, ao refletir sobre a relação entre o que vemos e o que sabemos ou acreditamos. São também do autor: Terra nua, Uma vez in Europa e Fotocópias, todos publicados pela Rocco. Atualmente, vive nos Alpes franceses, praticamente recluso.

Página do autor +