Mãe, Eu Tenho Direito!

Mãe, Eu Tenho Direito!

Coleção Guias Cinematográficos Harry Potter

Autor: DALVA TABACHI

Preço: R$ 24,50

144 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-2863-6

Assuntos: Biografia/Memórias/Diários, Família

Selo: Editora Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 17,00

E-ISBN: 978-85-81222-73-8

A luta para adaptar um autista adulto ao mundo e torná-lo uma pessoa com autonomia, integrada ao universo familiar e social, é o tema de Mãe, eu tenho direito!, segundo livro da carioca Dalva Tabachi. Na obra, ela narra o dia a dia com o primogênito Ricardo, que tem 31 anos e foi diagnosticado com autismo ainda na infância. Graças ao estímulo da família e de amigos, o rapaz, que também conta com o apoio de profissionais especializados, leva uma vida feliz e produtiva. Com garra, paciência e amor, Dalva comemora cada progresso do filho e não se deixa abater por eventuais recaídas.

Assim como Mãe, me ensina a conversar, primeiro livro de Dalva, Mãe, eu tenho direito! é baseado nas anotações e observações da autora envolvendo as atitudes de Ricardo, cujas limitações são encaradas com naturalidade. Em uma linguagem marcada pela emoção, os leitores descobrem um jovem mais independente, que trabalha, pratica esporte, gosta de ir ao cinema e se interessa por música. Além das palavras da mãe, enriquecem o livro depoimentos dos irmãos, de amigos da família e profissionais que acompanham Ricardo.

Ao longo da narrativa, Dalva não se apresenta como uma heroína: reconhece suas fraquezas e seus erros, como nas vezes em que perde a paciência com Ricardo. Apesar de saber que os irmãos mais novos estão prontos a cuidar do primogênito caso aconteça alguma coisa com ela, a autora não esconde sua preocupação de mãe com o futuro de um filho que vai precisar de cuidados especiais para o resto da vida.

Na família Tabachi, cada reação de Ricardo é motivo de alegria. Mesmo situações que poderiam ser constrangedoras, como reclamações exageradas em público e comentários indiscretos, são encaradas com humor e vistas como um sinal de que o rapaz está mais conectado com o mundo que o cerca. Mais do que contar sua experiência de vida, Dalva deixa uma mensagem de otimismo e esperança para outras mães que passem por situação semelhante: “Cuidem dos filhos com muita fé e nunca desistam de tentar trazê-los à realidade.”

Comente  
Instagram

O AUTOR

Dalva Tabachi nasceu em 1948, no Rio de Janeiro, onde vive com o marido e os quatro filhos. É comerciante da área de moda, pintora amadora, nadadora master do Flamengo e escreveu seu primeiro livro baseando-se nas anotações e observações sobre a trajetória do seu filho Ricardo.

Página do autor +