Instinto de Inez

Instinto de Inez

Coleção O legado de Orïsha #1

Autor: CARLOS FUENTES

Preço: R$ 28,00

140 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1650-5

Assuntos: Ficção – Romance/Novela

Selo: Editora Rocco

Depois de escrever romances históricos de alto teor político, como Os anos com Laura Díaz, e ensaios como O espelho enterrado, o escritor Carlos Fuentes retorna ao ciclo narrativo – obras que ele próprio reúne sob o título de O mal do tempo – e traz de volta os elementos fantásticos das obras que o consagraram. Instinto de Inez, seu novo livro, é uma história de amor que ultrapassa os limites da linearidade e do que pode ser explicado pela razão humana.

Utilizando-se de uma linguagem lírica em um texto inteiramente narrado na segunda pessoa, Fuentes lança ao leitor um intrincado quebra-cabeça de pensamentos e sentimentos. "Este não é romance que se fecha ao final", explica o escritor. "Dou uma grande liberdade ao leitor, que é quem deve continuá-lo, quem deve tomar decisões."

A trama se inicia em 1999, quando, tendo consciência de sua velhice e da iminência da morte, o conceituado maestro Gabriel Atlan-Ferrara cuidadosamente contempla um belo e frágil sinete de cristal onde todas as suas memórias se encontram confinadas. Refletindo sobre seu passado, realiza uma viagem à época em que era um promissor artista de trinta e poucos anos.

De volta a uma caótica Londres marcada pela violência da Segunda Guerra Mundial, Gabriel se envolve com Inez Prado, uma jovem soprano com quem, no entanto, não consegue consumar o romance. Após um fim de semana numa casa de praia, onde Inez se torna obcecada pela fotografia de um rapaz que ela nem ao menos tem certeza se existe, o regente e a cantora subitamente se separam. Reencontram-se por duas vezes – em 1949, no México, e em 1967, novamente em Londres – mas, mesmo sabendo que se amam, em momento algum são capazes de expressar seus sentimentos. Depois, tudo o que resta para Gabriel é o sinete com que Inez o havia presenteado.

Esse mesmo talismã é o que impulsiona a história paralela, ambientada na pré-história, mostrando o amor entre um homem e uma mulher como sendo, desde o princípio dos tempos, uma relação impossível. É a origem do Instinto de Inez, definido pelo autor como "a parte das nossas vidas que uma mulher conhece muito bem, mas que nós, homens, não incluímos no reino da nossa razão; essa surpresa, essa exceção lógica: o instinto de uma mulher. Esse instinto amoroso a guia na direção de um homem ausente, pois o objeto de seu amor não esta lá, o homem que está lá é muito inteligente para realmente chegar perto dela".

O Instinto de Inez leva ao remorso de Gabriel: apesar de ter sido bem-sucedido em sua carreira, a falta de Inez faz com que ele queira voltar ao passado para mudar os rumos daquele fracassado caso de amor. Não é à toa que Carlos Fuentes usa a ópera La damnation de Faust, composta por Hector Berlioz, como a peça central de seu trabalho. Assim como Fausto, que vende sua alma ao diabo para poder ter de volta a sua juventude, o maestro se arrepende pelo que deixou de fazer nos anos que se foram.

A música, caracterizada no livro como um grito primordial de sobrevivência, é fundamental na narrativa. Como um verdadeiro maestro, Fuentes rege sua prosa com as nuances e movimentações de uma dissonante sinfonia moderna, transformando Instinto de Inez em uma verdadeira declaração de amor à música. Mais do que isso: é um romance que atesta a existência de uma conexão fundamental entre o amor e a música.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Filho de pais diplomatas, Carlos Fuentes, o mais prestigiado escritor mexicano, nasceu no Panamá, em 11 de novembro de 1928, e passou sua infância em diversas capitais da América. Na adolescência, regressou ao México, país onde se radicou até 1965 e que marcaria sua obra.

Página do autor +