História da Filosofia Grega, Vol. 1

História da Filosofia Grega, Vol. 1

Coleção Foxcraft

Autor: LUCIANO DE CRESCENZO

Preço: R$ 32,50

208 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1925-3

Assuntos: Filosofia

Selo: Editora Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 23,00

E-ISBN: 978-85-81220-80-2

O objetivo do autor, quando afirma no prefácio que "a minha tentativa será no sentido de contar numa linguagem simples o pensamento e a vida dos primeiros filósofos", é alcançado de maneira brilhante. O convívio com os sábios da antiga Grécia, "depois que se quebrar o gelo com eles", será agradável e familiar, sendo descritos com incrível vivacidade, como se fossem pessoas conhecidas e, o que é mais importante salientar, das quais somos descendentes diretos.

Considerando que a antiga Grécia representou, para a história do pensamento ocidental, o que foi o Big Bang para o universo, ou seja, o grande estouro do qual surgiriam as galáxias e as constelações, o autor investe na aventura literária de ensinar filosofia de maneira divertida e fácil de compreender. Na sua opinião, a maior dificuldade no estudo da filosofia, o que "representa uma espécie de ‘buraco negro’ no preparo cultural médio" das pessoas, se deve à prosa especializada, quase sempre difícil de ser decifrada.

Com essa proposta, ganham os leitores que têm acesso, através de um texto vivo e agradável, ao pensamento e à vida dos filósofos gregos pré-socráticos: Tales (O homem da água), Pitágoras (superstar), Heráclito (O Obscuro), Parmênides, Zeno, Anaxágoras (A Mente), Demócrito e outros; às cidades, como a moderna Mileto, Eléia, Agrigento e, finalmente, Atenas, de Péricles, no século V; à remota antigüidade mediterrânea e ao discurso dos sofistas.

Tudo é descrito com uma narrativa alegre, demonstrando grande intimidade com aquelas pessoas especiais e excêntricas, bem como indiscutível fidelidade às fontes de pesquisa. O autor cumpre plenamente a finalidade proposta e se firma como um historiador de filosofia que trata de coisas sérias de maneira descomplicada e agradável.

A sede de conhecimento, que inquietava os sábios gregos, continua a inquietar a humanidade, sempre em busca de explicações para a origem da vida, a morte, o amor, a discórdia, o universo, a doença, a política etc. A moderna tecnologia explicou apenas algumas das esdrúxulas suposições que suas inteligências privilegiadas deduziram, ao acaso, fantasiosamente.

Alguns filósofos contemporâneos, que o autor chama de "filósofos meus", aparecem destacados, como exemplos de pessoas que possuem uma genuína escala de valores, seguem uma própria filosofia de vida e são, neste livro, responsáveis pela "hora do recreio", o momento do coffee-break, numa pausa de atualidade, embora estejam em uma idêntica busca por formas de entrosamento com a realidade (ou, talvez, de felicidade), como estiveram os filósofos gregos pré-socráticos.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Luciano De Crescenzo nasceu em Nápoles, Itália. Engenheiro, ele trabalhou durante 20 anos na IBM Itália, onde ocupava um cargo de direção. Em 1977, aos 46 anos, publicou seu primeiro livro. No ano seguinte, decidiu abandonar a carreira de engenheiro, que lhe rendia o fabuloso salário de 1 milhão de liras mensais, e passou a se dedicar à arte. Desde então, ele publicou outros 23 livros, traduzidos em 19 idiomas, tendo vendido 18 milhões de exemplares em 25 países. Entre seus títulos de sucesso estão A dúvida e Helena, Helena meu amor, ambos lançados no Brasil pela Rocco. De Crescenzo também fez carreira no cinema italiano: dirigiu quatro filmes, escreveu sete e atuou em oito. Na televisão, foi apresentador de cinco programas.

Página do autor +