Frutos da Paixão

Frutos da Paixão

Coleção Dorothy tem que morrer

Autor: DANIEL PENNAC

Preço: R$ 23,00

172 pp. | 14 x21 cm

ISBN: 85-325-1225-9

Assuntos: Ficção – Romance/Novela

Selo: Editora Rocco

Amor, paixão, ciúme, mistério, suspense e… humor. O anúncio de um casamento desperta as mais variadas emoções em uma família muito especial e em todo um bairro parisiense.

Frutos da paixão é o quinto romance da saga da família Malaussène, iniciada com O paraíso dos ogros. Desta vez, o anti-herói Benjamim Malaussène e toda a sua "tribo" – a mãe ninfomaníaca, a irmã vidente, o tio homossexual, os amigos de moral bem particular, o cachorro com convictas preferências políticas, entre outros tipos instigantes e cativantes – encontram-se às turras com o casamento da cândida Teresa com o conselheiro do Tribunal de Contas Marie-Colbert de Roberval, representante dos bons costumes e baluarte da filantropia.

O texto do celebrado Pennac flui como uma conversa ou um desabafo ao pé do ouvido. Ele evoca todas as características marcantes do bairro parisiense de Belleville para construir uma trama que começa como uma comédia de costumes e evolui para a ação policial.

O futuro de Teresa, a virgem inocente e apaixonada, capaz de prever a sorte de todo mundo, mas incapaz de sequer desconfiar das reais intenções do noivo, está em jogo. A Benjamim cabe o papel de protegê-la. A identificação do leitor com os personagens muitas vezes hilariantes de Frutos da paixão faz com que haja uma torcida pela felicidade dos irmãos Benjamim e Teresa, já que o conselheiro tem intenções não muito claras com o casamento, e pertence a uma família reconhecida por alguns atos valorosos e outros nem tanto.

Os argumentos mirabolantes e paranóicos de Benjamim para desmascarar o noivo tornam-se uma discussão social a respeito do moralismo e da ética, além de funcionarem como um retrato do poder da paixão sobre os valores pessoais.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Daniel Pennac, nascido em Casablanca, Marrocos, em 1944, é considerado hoje um dos mais importantes escritores da literatura francesa. Autor premiado de ficção, ensaios, títulos infantis e peças teatrais, Pennac obteve pelo conjunto da sua obra o Grande Prêmio Metropolis Bleu, anteriormente atribuído a autores como Margaret Atwood e Carlos Fuentes, entre outros. A saga da Família Malaussène granjeou-lhe enorme sucesso internacional, assim como o ensaio Como um romance, uma verdadeira declaração de amor à literatura. Do autor, a Rocco publicou, entre outros, Como um romance e Diário de escola.

Página do autor +