Ciúme, Chulé e um Apelido Ridículo

Ciúme, Chulé e um Apelido Ridículo

Coleção As Memórias do Primeiro Tempo

Autor: STELLA FLORENCE

Preço: R$ 28,00

188 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1393-X

Assuntos: Ficção – Romance/Novela

Selo: Editora Rocco

Ciúme, chulé e um apelido ridículo é a primeira incursão no gênero romance da escritora paulistana Stella Florence, autora de sucessos como Hoje acordei gorda, Por que os homens não cortam as unhas dos pés? e Ele me trocou por uma porca chauvinista, todos publicados pela Rocco. Os contos de Stella, inspirados em temas cotidianos, são marcados pelo humor, fina ironia e sarcasmo. Segundo ela, o objetivo é entreter o leitor com assuntos que lhe são muito próximos. Este novo trabalho consolida o seu estilo, desta vez exercitado numa idéia que sustenta um número maior de páginas: o ciúme.

No romance, duas questões são desenvolvidas quando Laura, a protagonista, conta a sua história: o ciúme faz mesmo parte do amor?, por que uma pessoa se submete a um parceiro ciumento?

Uma mulher romântica, recém-desempregada, míope, extrovertida, com pernas bem feitas, unhas sempre roídas: assim é Laura. Seu mais ardente desejo é arrumar um namorado fixo e manter um relacionamento estável. Ela enxerga em Alexandre os predicados do pretendente ideal: um homem bonito, engenheiro, educado, olhos claros (um azul, outro verde). À medida que a ansiedade da aproximação e dos primeiros encontros dá lugar à obsessão de Alexandre, Laura passa a rever os conceitos de amor e paixão, e entende que o mundo jamais pode ser tão perfeito quanto a idéia de um envolvimento afetivo sem sobressaltos.

Alexandre suspeita de tudo e de todos, faz perguntas sobre o passado de Laura, opina sobre o comprimento da saia, briga por causa de um galã de televisão que ela admira, investiga seus supostos pensamentos de traição e a obriga à submissão total. Ela, contudo, aceita o comportamento dele e perde parte de sua identidade, até descobrir que deixar de ser ela mesma é um preço muito alto a ser pago em nome de um relacionamento. Para Stella, "um envolvimento romântico que se mantém com ciúme é como um encaixe de inseguranças", e é nesse encaixe que ela explora situações hilárias para divertir o leitor e levá-lo às gargalhadas.

Quem nunca teve um parceiro com chulé? Quem nunca namorou alguém ciumento? Quem nunca recebeu um apelido ridículo em nome do amor? — além da identificação que o romance provoca, ele propõe um debate sobre as conseqüências danosas que pessoas ciumentas em excesso podem causar. Elas são capazes de anular o direito à nostalgia, à intimidade, à individualidade, à privacidade. Só não conseguem destruir o bom humor que flui das páginas de Stella Florence.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Stella Florence é escritora, tem 30 tatuagens e vive em São Paulo. Com seu verbo ácido e bem-humorado, é autora de nove livros, entre romances, coletâneas de crônicas e juvenis. Stella é cronista veterana (Criativa, Bolsa de Mulher, Ouse, iTodas) e hoje escreve para a revista Top Magazine. Mais informações no site www.stellaflorence.net e na fanpage www.facebook.com/escritora.stellaflorence.

Página do autor +