Bicho Papão Pra Gente Pequena, Bicho Papão Pra Gente Grande

Bicho Papão Pra Gente Pequena, Bicho Papão Pra Gente Grande

Coleção Foxcraft

Autor: SÔNIA TRAVASSOS

Preço: R$ 35,00

46 pp. | 23,5x21 cm

ISBN: 978-85-325-1988-7

Assuntos: Infantil, Rocco Pequenos Leitores

Selo: Rocco Jovens Leitores

Todo mundo já ouviu falar em Bicho-papão. E sabe que ele, assim como a Cuca, a Cabra-cabriola, o Papa-Figo e outros monstrengos assustadores, é muito eficiente em algumas situações, como por exemplo na hora de dormir (Quem não se lembra da clássica "Dorme nenê, que a Cuca vai pegar…"). Mas alguém conhece o Mão de sopa? E o Nó de escova e o Monstrengofone? E que tal o Sono-papão? Será que estamos diante de uma nova geração de monstros?!

De acordo com o livro Bicho-papão pra gente pequena, Bicho-papão pra gente grande, da educadora e contadora de histórias Sônia Travassos, parece que sim. Mas os novos monstrengos de arrepiar não assustam criancinha. Pelo contrário, fazem parte do acervo infantil criado para assustar gente grande. Afinal, cansada de aturar a coleção de bichos-papões da mãe sempre que a filha insiste em lhe desobedecer, a menina resolveu criar a sua própria coleção para contra-atacar na hora em que os pais a obrigam a fazer alguma coisa de que ela não gosta.

O livro é dividido em duas partes. Primeiro, a mãe descreve os bichos-papões mais conhecidos do imaginário popular. Fazem parte da coleção o Homem do Saco, sempre requisitado quando a criança quer sair sozinha; a Cabra-cabriola, que entra pela janela dando cambalhotas para pegar os mais desobedientes; o Papa-figo, que some com crianças mentirosas; o Quibungo, que está sempre à procura dos mal-educadinhos, e muitos outros tão assustadores quanto.

Na Segunda parte, é a vez da filha apresentar os seus monstrengos. A coleção começa com o Xicama, com seus super-raios xixilentos, que "serve pra apavorar a minha mãe quando ela teima que eu tenho que fazer xixi antes de dormir", diz a menina; Já o Mão de sopa chega sempre que a mãe a obriga a comer toda a sopa de legumes, faz uma careta horrível e sai montado numa abobrinha voadora pela cozinha; O Nó de Escova é um monstro que pula de dentro da escova quando a mãe está desembaraçando o cabelo da filha e começa a soprar e a bufar tanto que o cabelo da mãe é que vira um verdadeiro nó! Mas tem também o Monstrengofone, o Senhor da meia-noite, o Castevê e o Mão babada, provando que a coleção da filha não deixa nada a desejar em relação à da mãe.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Sônia Travassos é carioca. Pós-graduada em literatura infantil e juvenil (UFRJ), educadora e contadora de histórias, atua há 18 anos na promoção da leitura e da literatura com crianças e jovens e professores. É coordenadora da biblioteca da Escola Edem, no Rio de Janeiro. Colaborou para a Revista Sítio do Picapau Amarelo, da editora Globo. Bicho papão pra gente pequena, bicho-papão pra gente grande é seu primeiro livro infantil.

Sobre o ilustrador

Jean-Claude Alphen nasceu no Rio de Janeiro, mas mudou-se para a França antes de completar dois anos. Retornou aos dez, deixando toda a sua infância de “croissants” e cerejeiras para trás. Hoje, desenha livros infantis e colabora com algumas revistas. Vive numa cidadezinha do interior com a mulher, Cris, também ilustradora, e com as duas filhas, Caié e Jujuba, que já estão descobrindo o prazer de desenhar.

Página do autor +