Amores Alterados

Amores Alterados

Coleção O legado de Orïsha #1

Autor: TERRI APTER

Preço: R$ 35,00

316 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-0731-x

Assuntos: Psicologia/Relacionamento

Selo: Editora Rocco

Versão inovadora sobre o relacionamento mãe/filha adolescente, que põe por terra velhas teorias, idéias machistas, modelos ultrapassados e estereótipos sobre essa difícil etapa da vida feminina. Ao contrário da tese do divórcio entre mãe e filha, tão adotado por diversas teorias psicanalíticas, Terri Apter demonstra, em Amores alterados, que a adolescência é uma época altamente produtiva, de desenvolvimento da autoconfiança e de estreitamento de laços afetivos entre ambas. Segundo Terri Apter, as adolescentes não querem se separar dos pais, mas negociar uma outra relação adequada à sua nova maturidade. Elas desejam ardentemente aceitação do seu eu emergente.

O livro é o resultado de uma pesquisa abrangente sobre o desenvolvimento das meninas, durante três anos, na Inglaterra e Estados Unidos. Esse estudo envolveu 65 pares de mães/filhas adolescentes, selecionadas entre raças, posições sociais e culturais diferentes. As duplas foram entrevistadas, junto e separadamente, e observadas no comportamento do dia-a-dia. As conclusões foram surpreendentes.

Partindo do princípio tradicional de que o comportamento normal da adolescente era querer livrar-se da mãe e ganhar liberdade, ou seja, criar asas e voar, Terri Apter foi descobrindo que o discurso das meninas era bem outro. Elas falavam muito do seu apego às mães, de suas conversas íntimas, da importância da opinião materna em relação ao seu comportamento. Em geral, as entrevistadas continuavam a se importar profundamente com seus pais e em particular mantinham um forte apego às mães, que queriam muito preservar.

Terri Apter não nega que a adolescência seja uma época de brigas entre mães e filhas. Mas conclui que essas disputas são estranhamente positivas e tem sempre uma solicitação subjacente: "Veja-me como sou e me ame por aquilo que sou." Amores alterados é um livro recheado pelos casos contados pelas entrevistadas e relatos de experiências da própria autora. Nele, há um perfil de frases e acontecimentos comuns a qualquer adolescente. A mania de emagrecer, a rebeldia, o alheamento, as grosserias, as críticas ferozes. Tudo isso transforma esta pesquisa numa obra leve, vibrante e ao mesmo tempo atraente e curiosa. Prova que o modelo de desenvolvimento adolescente envolvendo separação e conflito já está totalmente ultrapassado.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Terri Apter nasceu em Chicago, em 1949, e anos depois mudou-se para a Inglaterra, onde vive até hoje. É escritora de romances, crítica literária e musical. Entre seus livros publicados figuram Fantasy Literarature: an approach to reality (1982) e Why women don’t hve wives (1985).

Ela é Associate Fellow do Newham College, em Cambridge, e professora visitante na Universidade da Califórnia.

Página do autor +