Capa do livro O Misterioso Craque da Vila Belmira

O Misterioso Craque da Vila Belmira

Coleção Gol de Letras

Autor: fernando molica

Preço: R$ 28,00

88 pp. | 16x23 cm

ISBN: 9788579800337

Assuntos: JUVENIL, ROCCO JOVENS LEITORES

Selo: Rocco Jovens Leitores

É possível escrever uma história de futebol e uma de amor ao mesmo tempo? Fernando Molica prova que sim no seu mais que nostálgico O misterioso craque da Vila Belmira, novela curta e divertida, na qual dribla as expectativas do leitor.

A história é contada em flashback malandro, que vai e volta para receber os comentários dos filhos, duas crias de apartamento, que ouvem embasbacados o pai contar as aventuras da infância jogando descalço numa rua de paralelepípedos do subúrbio carioca.

Molica, jornalista de texto curtido em diversas redações, obviamente entende do riscado futebolístico e consegue inocular a fascinação dos garotos no próprio leitor, dando pistas de como se jogava bola naquela época – do conjunto de regras não ditas, de quanto os tempos eram diferentes quatro décadas atrás, antes que o trânsito, interfones, videogames e a grama sintética colonizassem o dia a dia. Tempos em que os muros tinham caco de vidro no alto, em que velhinhas sinistras soltavam os cachorros em cima de crianças buscando bola e quando meninas nunca, em qualquer hipótese – em quase nenhuma hipótese –, jogavam futebol.

Tudo ia bem na “carreira” futebolística de Marcelo até a chegada de Tino, um misterioso garoto magrelo de pé pequeno que ninguém conhecia na rua. Depois de uma dividida entre os dois, brota uma discussão. Marcelo, um dos craques da área, acaba tomando uma série de dribles desconcertantes do invasor. Tino é um craque. Mais adiante, uma bola dividida vai opor os dois mais uma vez. Dessa vez, o confronto vai deixar marcas eternas. A primeira, uma funda cicatriz no joelho, rastro de um rompimento total dos ligamentos que o afasta de vez do esporte. A segunda... melhor não adiantar o placar.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Apesar de nunca ter sido um craque, Fernando Molica jogou muitas peladas na rua onde morava, em Piedade, subúrbio do Rio. Aos 6 anos, foi com o pai ao antigo estádio de General Severiano ver um jogo do Botafogo. Voltou de lá ainda mais apaixonado pelo futebol e pela camisa da estrela solitária. Obrigado a crescer, se tornou jornalista. Trabalhou em vários jornais e na TV e hoje é responsável por uma coluna diária em “O Dia”. Em 2002, virou escritor. O misterioso craque da Vila Belmira é seu quinto livro – o anterior chama-se O ponto da partida (Record). Carioca, Fernando Molica tem 49 anos e é pai de dois filhos: os dois, já adultos, também gostam muito de futebol e são, claro, torcedores do Botafogo. O autor mantém um blog em www.fernandomolica.com.br.

Página do autor +