Capa do livro Na Ponta dos Pés

Na Ponta dos Pés

Sapatilhas Cor-de-Rosa

Autor: beatrice masini

Tradução: Gabriel Bogossian

Ilustração: Sara Not

Preço: R$ 20,00

136 pp. | 13x19 cm

ISBN: 9788561396060

Assuntos: INFANTIL, ROCCO PEQUENOS LEITORES

Selo: Rocco Pequenos Leitores

“Dança é alegria.”

Dalal Achcar

Zoé e sua turma se preparam para entrar em cena novamente. E desta vez usando sapatilhas de ponta! A novidade vai agitar a garotada do Teatro Academia, mas também trará alguns questionamentos para a cativante protagonista criada por Beatrice Masini na série Sapatilhas Cor-de-Rosa. Depois de Na aula de balé, Que coisa irritante! e Amigos de ontem, hoje e sempre, chega às livrarias brasileiras Na ponta dos pés, o quarto livro da série italiana escrita por Beatrice Masini que já foi traduzida para 15 idiomas. Desta vez, quem “assina embaixo”, literalmente, é Dalal Achcar, que escreveu a quarta-capa do livro, em forma de poesia, dando ainda mais brilho à coleção, já aprovada pelas bailarinas Nora Esteves e Ana Botafogo e pela coreógrafa Deborah Colker nos livros anteriores.

Em Na ponta dos pés, a notícia de que Zoé e seus colegas de turma poderão usar sapatilhas de ponta antes do previsto deixa todos em polvorosa. É mesmo uma notícia mágica para qualquer um que abraça o balé como hobby ou profissão. Porém, a novidade deixa Zoé imersa numa grande dúvida: seria ela talentosa o suficiente para ser bailarina? Entrando nas questões juvenis com grande sensibilidade, Beatrice Masini mais uma vez mergulha no universo da dança – e daqueles que vivem a sua rotina de treinos, dedicação, esforço e superação – para contar uma história contagiante, com a qual muitos meninos e meninas vão se identificar.

Apaixonada pelo balé, mas questionando-se sobre seu talento e suas escolhas, Zoé viverá mais um grande desafio rumo ao seu amadurecimento nesta nova aventura dançante, sempre em meio à movimentada rotina de estudos, treinos, festas, passeios, namoros, brigas e paixões. Enquanto isso, Jonathan cria a sua primeira coreografia e experimenta, também pela primeira vez, o ciúme, um sentimento um tanto difícil de se lidar.

Em Na ponta dos pés, Beatrice Masini mais uma vez utiliza sua escrita ágil, leve e emocionante para falar das grandes e pequenas alegrias e dificuldades de uma turma pra lá de especial e animada, que não perde o ritmo!

PRIMEIRO ATO:

Na aula de balé apresenta o dia a dia de Zoé e sua turma entre aulas e ensaios no Teatro Academia. Neste primeiro livro da série Sapatilhas Cor-de-Rosa, o leitor conhece um pouco da personalidade, da história, da família e dos sonhos e angústias dos principais personagens da série, enquanto acompanha a preparação para o esperado espetáculo de encerramento do ano escolar. Em meio às esquisitices de Laila e ao charme de Jonathan, que veio da Inglaterra e está mexendo com o coração das meninas, o que mais preocupa Zoé é a amiga Leda. Com sua altura "excessiva", Leda acabará tendo que trocar o balé clássico, seu sonho de menina, por um número contemporâneo. Como será que essa turma vai lidar com os desafios do dia-a-dia para fazer da apresentação um sucesso?

SEGUNDO ATO:

Em Que coisa irritante!, um novo professor de dança folclórica muda a rotina com aulas incríveis. Fora das salas, Zoé precisa lidar com os caprichos e as pequenas traições de Leda, que voltou das férias meio estranha. Por sorte, existe Agnes, que Zoé conheceu nas montanhas e sabe se manter próxima mesmo a distância; Jonathan, que talvez esteja se tornando mais que um amigo; o maestro Fantin, o sábio músico da escola; e Demetra, a costureira mágica que cria tutus de sonhos... O mundo maravilhoso do balé está de volta com novas emoções e desafios. A julgar pelo recado de Madame Olenska no primeiro dia de aula "Sem talento, a determinação é inútil. Mas sem determinação o talento murcha como uma flor sem água" –, este ano será ainda mais duro para os alunos do Teatro Academia. Mas Zoé é apaixonada pelo que faz e, junto com seus amigos, se divertirá bastante e aprenderá novas e preciosas lições sobre amizade, amor e superação.

TERCEIRO ATO:

Em Amigos de ontem, hoje e sempre, Zoé e seus companheiros do Teatro Academia são surpreendidos pelas férias de Madame Olenska, que precisa se ausentar do país para rever seus familiares na Rússia, deixando no ar um clima de ansiedade. Além da nova professora Alicia Gimenez, que acaba se tornando mais do que uma mera substituta, outra surpresa movimenta a escola: o Momix está chegando! A notícia da apresentação do grupo americano de dança contemporânea na cidade mexe principalmente com a cabeça de Lucas, e todos vibram com a conquista do amigo, que consegue um papel no espetáculo. Enquanto isso, o namoro de Zoé e Jonathan engrena de vez, mesmo que ela às vezes ainda não acredite muito bem no que está acontecendo, e ela segue vivendo grandes e pequenas descobertas em meio à dedicação de sempre à dança.

PRIMEIROS BAILARINOS:

Zoé: protagonista da série. Tem 10 anos e estuda na Academia desde os 5. Mora com os pais e tem duas irmãs, Sara, a mais velha, e Marta, a caçula. Sente muito orgulho de pertencer ao Teatro Academia, principalmente de entrar pela porta lateral, a entrada dos artistas, "é mágico e lhe dá arrepios". Ao contrário da maioria das meninas da Academia, não gosta de rosa e não liga para moda.

Leda: melhor amiga de Zoé. Filha única de pais separados, mora com a mãe, por quem é bastante mimada. Sonha ser bailarina clássica, mas está crescendo rápido demais e sua altura vira motivo de preocupação. Está apaixonada por Lucas, mas ele não sabe.

Lucas: o gente-boa da Academia, amigo de longa data de Zoé e Leda. É bonito, tem uma voz linda e é um dos poucos meninos que não implica com as meninas.

Laila: a menina dos olhos de Madame Olenska. Bonita, tecnicamente perfeita e nada modesta, sabe que é a melhor aluna da Academia e acaba se tornando um pouco solitária, já que não faz a mínima questão de ser simpática com o resto da turma.

Jonathan: inglês que chega na Academia vindo do Royal Ballet, por conta da transferência de emprego do pai de Londres para a Itália. É tímido, muito bonitinho e logo desperta a atenção de quase todas as meninas da escola, inclusive de Zoé e Laila.

Madame Olenska: diretora e professora do Teatro Academia. É muito rígida com os alunos. Começou a "carreira" de bailarina na Escola Superior de Balé de Leningrado (atual São Petersburgo), apesar de não ter sido aprovada de primeira no exame admissional, para surpresa de Zoé.

Comente  
Instagram

O AUTOR

A escritora Beatrice Masini nasceu em Milão, onde mora e trabalha. É autora de histórias infantis e juvenis, tradutora, editora e jornalista. Já publicou mais de vinte títulos infanto-juvenis, vários deles traduzidos para outras línguas.

Página do autor +