Capa do livro A Culpa é Toda de Marte

A Culpa é Toda de Marte

Autor: paula browne

Preço: R$ 18,50

128 pp. | 13,7x20,7 cm

ISBN: 978-85-7980-088-7

Assuntos: JUVENIL, ROCCO JOVENS LEITORES, FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA

Selo: Rocco Jovens Leitores

Disponível em e-book

Preço: R$ 13,00

E-ISBN: 978-85-81220-39-0

Clima astral propenso a uma boa leitura. Saturno em conjunção com a Lua conspira para a possibilidade de boas risadas e emoções à flor da pele se a leitura em questão for A culpa é toda de Marte. Quem avisa é Thalita Rebouças, que assina a orelha do novo livro da escritora e ilustradora Paula Browne.

Em A culpa é toda de Marte, a autora conta a história de Diana, uma garota que tem ideias muito próprias sobre a vida.

Diana tem um namorado perfeito e está completamente apaixonada por ele quando viaja nas férias de julho para encontrar uma amiga de infância e, nesta viagem, conhece o Pedro: o garoto mais bonito do planeta. Assim, sem que nada fosse planejado, de repente ela se vê com dois namorados. Que ela ama e pelos quais é correspondida! Sem nenhuma culpa, Diana resolve então manter seus dois amores, que ela guarda em gavetinhas separadas do seu coração. Mas será que isto vai dar certo?

Esta pergunta que ela não se faz, naturalmente, tem a resposta mais óbvia: não. Não vai dar certo. E a partir daí ela passa a fazer vários questionamentos sobre a vida e suas relações amorosas. Diana ainda tem que lidar com o fato de que todos parecem saber o que vai acontecer no seu futuro: os amigos, o livro, a sorte no biscoito chinês, o horóscopo. Ah! O horóscopo, principalmente, certeiro. Pois embora Diana acredite nas ciências exatas ela não tem como negar o sentido das previsões astrais.

A culpa é toda de Marte! é um livro que aborda sobretudo o limite da nossa liberdade e das nossas escolhas. Uma historia onde no fundo ninguém tem culpa de nada. Apenas marte, em parte; coisa rara nos dias de hoje.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

Paula Browne estudou pintura e fez muitos quadros; estudou moda e fez muitas roupas. Um dia inventou uma história e a partir daí descobriu que tinha muitas histórias pra contar! Toda vez que tem uma ideia, ela pega o papel e começa a rabiscar! Paula gosta de escrever desenhando e de desenhar escrevendo! Ela nasceu em 1966, é carioca, mora em São Paulo e acredita em extraterrestres.

Página do autor +