Capa do livro Aprendi com Jane Austen

Aprendi com Jane Austen

Como Seis Romances Me Ensinaram Sobre Amor, Amizade e as Coisas que Realmente Importam

Autor: william deresiewicz

Tradução: André Pereira Da Costa

Preço: R$ 34,50

256 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-2681-6

Assuntos: TEORIA E CRÍTICA LITERÁRIA

Selo: Rocco

William Deresiewicz tinha 26 anos quando conheceu a mulher que mudaria sua vida. E, para ele, pouco importava que ela tivesse morrido quase 200 anos atrás. A verdade é que até aquela época, o então estudante de pós-graduação, habituado à leitura de James Joyce e Joseph Conrad, nunca havia desejado ler Jane Austen, o que veio a acontecer meio por acaso e até contra sua vontade. O resultado, porém, não poderia ter sido mais revolucionário. Os romances da escritora inglesa que viveu entre 1775 e 1817, como pontua Deresiewicz, iriam ensinar-lhe tudo o que viria a saber a respeito do que realmente é importante na vida.

Em Aprendi com Jane Austen, Deresiewicz leva o leitor pelo caminho percorrido ao longo dos anos em que escreveu sua dissertação para a conclusão da pós-graduação em literatura, anos durante os quais foi se envolvendo cada vez mais com Jane Austen. Inicialmente, de forma impaciente e desconfiada; depois, entregando-se às histórias contadas por aquela que é considerada uma das mais importantes escritoras de língua inglesa de todos os tempos. Simultaneamente, narra momentos marcantes em sua própria vida a partir da leitura de Austen.

Deresiewicz dedica um capítulo a cada uma das seis obras de Jane Austen. Os livros não são ordenados de forma cronológica, mas de acordo com a ordem das leituras realizadas pelo autor, assim como pelas descobertas feitas por ele ao longo do caminho.

Emma é a primeira obra a ser esmiuçada. Dessa leitura, tira indicações sobre como encarar de maneira mais produtiva o cotidiano. Em seguida, comenta de forma detalhada o clássico Orgulho e preconceito, analisando o comportamento dos famosos protagonistas, Elizabeth Bennet e Mr. Darcy. Entre a análise literária e observações pessoais, Deresiewicz divide com o leitor as transformações pelas quais foram passando seu pensamento, leitura após leitura.

O contato com seu orientador nada convencional e a leitura de A abadia de Northhanger revelam-se um aprendizado e tanto. Já a importância de ser autêntico é percebida ao ler Mansfield Park. A essa altura, Deresiewicz já está encantado com Jane Austen. Há, porém, ainda muito a ser aprendido, o que se confirma com a leitura de outros dois conhecidos livros da escritora inglesa: Persuasão e Razão e sensibilidade.

Depois desse mergulho no universo de Jane Austen, Deresiewicz não seria mais o mesmo, tampouco sua vida e seu modo de agir diante do mundo. É parte disso que ele procura passar para quem deseja tirar melhor proveito de suas experiências de vida, ou simplesmente descobrir a literatura de Jane Austen, fonte inesgotável de encantamento geração após geração. Não é à toa que a autora permanece entre as preferidas dos jovens e sua obra segue inspirando múltiplas releituras e adaptações, de filmes a histórias em quadrinhos.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

William Deresiewicz escreve sobre livros, educação de nível superior, mídia e qualquer assunto que o atraia. O norte-americano é colaborador das revistas The Nation e The New Republic. Também já fez resenhas para veículos como The New York Times Book ReviewThe American ScholarThe Chronicle of Higher EducationBookforumSlate e The London Review of Books. Atualmente, trabalha no projeto do livro Excellent Sheep: The Disadvantages of an Elite Education. Antes de tornar-se um escritor em tempo integral, no período de 1998 a 2008, Deresiewicz foi professor de inglês em Yale. O autor cresceu em Nova Jersey, mas atualmente mora em Portland, Oregon. 

Página do autor +