Capa do livro Ordem e decadência política

Ordem e decadência política

Da Revolução Industrial à globalização da democracia

Autor: francis fukuyama

Tradução: Nivaldo Montingelli Jr

Preço: R$ 99,90

624 pp. | 16x23 cm

ISBN: 978-85-325-3096-7

Assuntos: CIÊNCIA POLÍTICA/RELAÇÕES INTERNACIONAIS, ASSUNTOS CONTEMPORÂNEOS

Selo: Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 49,90

E-ISBN: 978-85-8122-725-2

Francis Fukuyama ganhou notoriedade em 1989 quando declarou a vitória definitiva da democracia liberal sobre as demais formas de governo. Quase trinta anos depois, o cenário otimista deu lugar a novos e inesperados desdobramentos. Fenômenos como o terrorismo global, o crescimento da extrema direita na Europa e de lideranças políticas controversas pelo mundo sugerem que o futuro do regime representativo é incerto.
 
Na sequência de As origens da ordem política (publicado pela Rocco em 2013), em que cobre a história das sociedades antigas até o século XVIII, Fukuyama narra em Ordem e decadência política a evolução e a decadência das instituições políticas da Revolução Francesa aos dias de hoje. O resultado é um ambicioso trabalho no qual o pensador confronta os desafios enfrentados por diferentes países atualmente.
 
Segundo Fukuyama, enquanto nações como Líbia e Somália carecem de uma autoridade central apta a garantir o cumprimento da lei, jovens democracias como Brasil e Turquia ainda não foram capazes se adaptar às demandas de uma nova e exigente classe média. Mesmo os Estados Unidos, famosos por suas sólidas instituições, se encontram ameaçados pelo poder de grandes interesses privados.
 
Ordem e decadência política mostra que o futuro da democracia liberal depende mais das instituições que a defendem do que de grandes líderes ou debates ideológicos. Um trabalho audacioso e profundo conduzido habilmente pelo pensador conhecido por pautar o debate político nas últimas três décadas.
 

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

 Nascido em 27 de outubro de 1952, o americano Francis Fukuyama é professor de economia política internacional da Paul H. Nitze School of Advanced International Studies, na Johns Hopkins University, nos EUA. Entre 1996 e 2000, ele foi também professor de políticas públicas na George Mason University. Seu primeiro livro, O fim da história e o último homem (1992), figurou nas listas de mais vendidos de diversos países, como EUA, França, Japão e Chile, tendo ganhado o Los Angeles Times' Book Critics Award e o Premio Capri (Itália). Especialista em questões políticas e militares da Europa e do Oriente Médio, Fukuyama já integrou o Conselho de Planejamento Político do Departamento de Estado norte-americano. Atualmente, ele é membro do Conselho Presidencial de Ética em Biotecnologia, dentre diversos outros títulos e cargos de prestígio internacional.

Página do autor +