Capa do livro A casa no lago

A casa no lago

Uma história da Alemanha

Autor: thomas harding

Tradução: Angela Lobo De Andrade

Preço: R$ 39,50

408 pp. | 16x23 cm

ISBN: 978-85-69474-18-0

Assuntos: REPORTAGEM/RELATOS, HISTÓRIA, SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Selo: Anfiteatro

Disponível em e-book

Preço: R$ 26,00

E-ISBN: 978-85-69474-19-7

Uma casa pode guardar não só a história de uma família, mas também a história de uma nação. Finalista de prêmios de prestígio como o Costa Biography Award e o Orwell Prize e aclamado por veículos como Time e Spectator, entre outros, o terceiro livro do britânico Thomas Harding, segundo a chegar no Brasil pela Rocco, conta a história de uma antiga casa de campo nos arredores de Berlim que é também uma reveladora história da Alemanha durante um século conflituoso. A aconchegante casa onde os avós de Harding viveram dias de alegria e afeto em família teve que ser abandonada nos anos 1930, quando os nazistas chegaram ao poder, sobreviveu a incêndios e tempestades, abrigou cinco famílias que ali buscaram refúgio nos anos seguintes, testemunhou traições e assassinatos, resistiu ao trauma de uma guerra mundial e à divisão de uma nação. Prestes a ser demolida, a casa no lago é revisitada por Harding neste livro minucioso e emocionante.
 
Tudo começou quando o autor resolveu visitar a antiga casa de fins de semana construída por seu bisavô em uma região próxima a Berlim, e descobriu que o pequeno chalé agora pertencia à cidade de Potsdam e seria demolido. Foi informado que só a comprovação do valor histórico do lugar o salvaria. Harding, pensando na importância da casa para a sua avó, que a chamava de “morada da alma”, resolveu contar a hístória de um espaço-símbolo das transformações que a sociedade alemã vivenciara no último século. Um reduto particular que esboça uma memória coletiva. 
 
Harding reconstrói com apuro as histórias dos que passaram pela casa no lago. Com a fuga forçada de sua família para a Inglaterra em função do nazismo, o espaço foi alugado pelo jornalista e compositor Willy Meisel e sua esposa atriz, passagem que rende registros significativos sobre a movimentação artística de Berlim no período, com o florescimento do cinema e os bastidores da música que embalava o rádio. No pós-guerra, a casa passa pelas mãos de famílias das aldeias locais, que convivem com o muro e o nascimento da Alemanha Oriental.
 
A história da casa cobre a saga do país desde os últimos anos do Império, passando pela República de Weimar, o Terceiro Reich, a ocupação soviética e o período da reunificação. O espaço é uma alegoria da vida privada de uma nação marcada por transformações, traumas e reconstruções, com famílias que tiveram que abandonar o reduto de suas almas para sempre e tentar a vida em outros países. A Casa no lago conta mais de um século do que viveu o povo alemão com um olhar sensível e familiar.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

Thomas Harding, jornalista nascido em 1968, em Londres, tem artigos publicados em veículos como Sunday Times, Financial Times e The Guardian, entre outros. É cofundador de um canal de televisão em Oxford e ganhador de diversos prêmios como editor de um jornal em West Virgina. Mora com a família em Hampshire, Inglaterra.

Página do autor +

MÍDIA

A Alemanha recontada
Diário do Nordeste