Capa do livro Melhores amigas

Melhores amigas

Coleção Geração Ha

Autor: emily goud

Tradução: Maria Clara De Biase

Preço: R$ 44,50

256 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-3010-3

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, COMPORTAMENTO

Selo: Rocco

COMPRE O LIVRO

Disponível em e-book

Preço: R$ 29,00

E-ISBN: 978-85-812-2674-3

Bem-sucedido romance de estreia de Emily Gould, Melhores amigas pinta um retrato honesto e bem-humorado da mulher na faixa dos 20 e tantos aos 30 e poucos anos hoje, com suas expectativas e questionamentos. Segundo da coleção Geração Ha, com livros para mulheres em busca de diversão, riso solto e camaradagem, o livro acompanha as trajetórias de  Bev e Amy, amigas de longa data que chegaram aos 30, mas ainda não encontraram seu rumo na vida. Ao longo da trama, entre sushis, taças de vinho e cigarros ocasionais, elas dividem seus planos e suas incertezas uma com a outra. Juntas, terão que descobrir se a amizade é capaz de resistir à força do tempo e às reviravoltas da vida, nesta deliciosa crônica da vida da mulher moderna, num livro para fãs de séries como Girls e Gilmore Girls, ou filmes como Frances Ha.

Na trama, Amy Schein e Beverly Tunney, duas jovens mulheres que se conhecem há anos, estão às voltas com as cobranças da fase adulta, tanto na vida pessoal quanto na profissional. Amy perdeu seu emprego em um site de sucesso e parece esquecida em um blog pouco conhecido, ao mesmo tempo que espera um pedido de casamento do namorado, Sam. Já Bev permanece solteira e troca um trabalho temporário por outro, amargando a frustração de ter largado a vaga em uma editora para mudar de estado e investir em um amor que não deu certo. 

Quando se viram pela primeira vez, Amy e Bev trabalhavam em uma grande editora em Manhattan, onde Amy parecia ter um futuro promissor. Com personalidades e estilos bem diferentes, as duas se tornaram amigas graças à insistência de Bev. Em comum, uma certa imaturidade e os problemas financeiros: enquanto Bev acumula dívidas de seu financiamento estudantil, Amy sempre acaba gastando mais do que tem. Quando a retraída Bev conhece, em um bar, o charmoso Todd, acaba se apaixonando. Tempos depois, pede demissão para acompanhar o namorado, que decide estudar no Wisconsin.

Com o fim do romance, Bev volta a Nova York se sentindo mais derrotada do que de costume e acaba emendando uma vaga temporária na outra. Em um desses trabalhos, conhece um rapaz que, a princípio, julga desinteressante e decide chamar de Steve, ignorando seu verdadeiro nome. Movida pela carência e pelo desejo de jantar em um bom restaurante sem precisar pagar por isso, Bev aceita o convite dele para sair. Depois de uma noite de sexo descompromissado e sem proteção, ela descobre que está grávida.

Para Amy, as coisas também não têm dado muito certo. Ela havia trocado a editora em Manhattan por um site de sucesso, mas foi demitida e obrigada a se contentar com um emprego em um blog obscuro, recebendo um salário menor. Embora goste de Sam, fica decepcionada ao perceber que ele não pensa em casamento, apesar de passar muito tempo na casa dela. Por fim, Sam anuncia que vai morar uma temporada na Espanha e Amy é despejada do imóvel onde vive, por não concordar com mais um aumento no aluguel.

Ao longo das páginas, Emily Gould usa uma linguagem leve, com toques de ironia, para tecer um enredo que retrata bem a maneira como vivemos atualmente, imersos em tecnologia e, muitas vezes, deixando que a superficialidade tome conta das relações e a agitação diária nos afaste de quem realmente importa. Melhores amigas leva a refletir sobre o significado moderno da maturidade e o risco de se tornar vítima dos piores impulsos.


Comente  
Instagram

O AUTOR

Emily Gould nasceu em Silver Spring, em Maryland, nos Estados Unidos. Blogueira e escritora, ela trabalhou no site Gawker.com. Desde 2011, ela e a sócia Ruth Curry comandam a Emily Books, que funciona como editora e livraria online. 

Página do autor +