Capa do livro Que tipo de homem escreve uma história de amor?

Que tipo de homem escreve uma história de amor?

Autor: luciana pessanha

Preço: R$ 24,50

256 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-325-2969-5

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, FICÇÃO NACIONAL

Selo: Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 17,00

E-ISBN: 978-85-812-2527-2

Um jornalista infeliz que perde o emprego e decide se tornar escritor é o protagonista de Que tipo de homem escreve uma história de amor?, de Luciana Pessanha. Narrado em primeira pessoa, o livro é centrado em Daniel Teixeira, que, aos 34 anos, tenta dar um novo rumo para a sua vida, embora não saiba muito bem como fazer isso. Com uma linguagem simples e direta, que inclui pitadas de humor ácido, a autora mergulha no universo masculino para traçar o perfil de um homem em crise.


Apesar de um salário relativamente bom, o jornalista Daniel Teixeira não estava nem um pouco satisfeito com seu emprego em uma emissora de televisão. Após um semestre movimentado em termos de notícias, Daniel perde a paciência ao apresentar um resultado de futebol, solta um palavrão diante dos telespectadores e é demitido por justa causa. Para completar, a namorada decide terminar o relacionamento. Sozinho e sem trabalho, ele resolve investir em um sonho até então adiado: escrever um livro.


Ao fazer as contas, entretanto, Daniel percebe que a carreira de escritor sem remuneração não combina com o estilo de vida que levava. Quando Ana, amiga de longa data que estava fora do Rio de Janeiro, lhe oferece para morar no apartamento dela, pagando apenas o condomínio e as contas, o jornalista aceita de imediato. Mas, aparentemente, a sorte dele acabou ali: diante do computador, nenhuma ideia, nada do livro tomar forma.


Sem perspectivas no mundo real, o protagonista decide buscar inspiração na internet. Para isso, usa um pseudônimo feminino em salas de bate-papo voltadas para o sexo. A intenção de Daniel é colher material para desenvolver uma trama de ficção, mas ele acaba se envolvendo com a misteriosa Lolla22, que garante não ter orgasmos.


Em um dado momento, Daniel encontra os diários da dona da casa em uma gaveta. Movido pela curiosidade, temperada com a atração que sente por ela há anos, decide lê-los e, quem sabe, usar os textos como material do livro ainda sem trama. Aos poucos, ele percebe o que seu coração sempre soube: a única mulher que permanece em sua vida é Ana, mesmo que eles nunca tenham sido um casal e se limitem a raras ocasiões de sexo sem compromisso. Como agir diante dessa constatação? Embarque na viagem emocional criada por Luciana Pessanha e descubra se o amor de Ana e Daniel é verdade ou ficção.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

Luciana Pessanha é escritora, roteirista e dramaturga. Autora dos livros Ao vivo (7 Letras, 2004), O transponível Super Empty (Planeta, 2004), e Como Montar uma Mulher-bomba (Rocco, 2008) e das peças 36 horas – um ensaio de Otelo, Eu nunca disse que prestava, e JT. Um conto de fadas punk.

Página do autor +

MÍDIA