Capa do livro O Coração Às Vezes para de Bater

O Coração Às Vezes para de Bater

Autor: adriana lisboa

Preço: R$ 19,50

80 pp. | 14x21 cm

ISBN: 978-85-7980-178-5

Assuntos: JUVENIL, ROCCO JOVENS LEITORES, FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA

Selo: Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 13,50

E-ISBN: 978-85-812-2300-1

Este livro pode ser lido como uma carta. Como um diário. Ou como flashes filosóficos das memórias de um menino que parou por um longo instante para observar a vida, o tempo e o mar. Um rapaz de 15 anos, com seus conflitos típicos juvenis, mas que traz também inquietudes incomuns para um garoto de sua idade; segundo a mãe dele, é caso de um parafuso a menos, ou a mais. Vindo do interior, o adolescente, que veio morar na zona nobre da cidade, se questiona sobre a pressa na cidade grande, sobre a velocidade das coisas, das pessoas e dos carros nas ruas; faz um contraponto entre o trânsito caótico e a serenidade das ondas do mar.

A história gira em torno de sua relação insatisfatória com a família, do namoro que é um verdadeiro porto seguro, com Paloma, e da nostalgia de um encontro que vislumbrava uma grande amizade, com um rapaz alguns anos mais velho que ele, e que surgiu da paixão em comum pelo skate. Paloma é a garota que fez seu coração parar de bater pela primeira vez – e que seria responsável por diversas outras pausas revigorantes. Foi ela também que lhe deu de presente o artefato mágico que lhe permitiu surfar pelas ondas do asfalto e dar um novo rumo à sua vida.

Era a primeira vez que eu me aventurava na capsule banks, aquela pista em forma de cápsula que há ali em frente ao Flamengo. Você me disse que gostava muito do visual dos dois bowls na praia do Arpoador, e me falou também da pista gigante de Campo Grande, perto da sua casa.”

A partir de um grave acidente com o seu mais novo amigo, internado em um hospital, em estado grave, o garoto lida de perto com a fragilidade da vida à medida que também amadurece e revela sua identidade. Do Catete a Campo Grande, respectivamente, os lugares onde ele e o amigo moram, o livro costura questões sociais, econômicas e culturais da cidade do Rio de Janeiro e traça um perfil do que é ser carioca, especialmente na Zona Sul e na Zona Norte.

Nestas páginas, encontramos uma narrativa sensível e vibrante, como um passeio de skate pelas ruas do Rio. A escrita de Adriana Lisboa foge do comum. Capaz de se reinventar, incorporando linguagens e vivências de pessoas das mais variadas idades, origens e nacionalidades, a autora registra, neste livro, as alegrias e tristezas de um adolescente brasileiro nos dias de hoje. Não por acaso ela está entre as mais importantes escritoras da literatura brasileira contemporânea. “Dona de uma escrita segura, seu estilo sóbrio e elegante arrebata leitores aqui e no exterior.” – Luiz Ruffato.

A obra O coração às vezes para de bater inspirou um curta-metragem homônimo e foi selecionada pelo Club du Vif d'Or 2011 (Biblioteca Municipal de Lyon, França). É o quarto livro infantojuvenil da escritora publicado pela Rocco.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Adriana Lisboa nasceu no Rio de Janeiro. Romancista, poeta e contista, é autora, entre outros livros, dos romances Sinfonia em branco (Prêmio José Saramago), Azul corvo (um dos livros do ano do jornal inglês The Independent) e Hanói (um dos livros do ano do jornal O Globo). Na literatura infantil, estreou com Língua de trapos, pelo qual recebeu o prêmio de autor revelação da FNLIJ. Seus livros foram traduzidos em mais de vinte países. Seus poemas e contos saíram em revistas como Modern Poetry in Translation e Granta. Morou na França, na Nova Zelândia, e atualmente vive nos Estados Unidos.

Página do autor +