Capa do livro Sob o Sol da Toscana

Sob o Sol da Toscana

Autor: frances mayes

Tradução: Waldéa Barcellos

Preço: R$ 45,00

324 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-0993-2

Assuntos: REPORTAGEM/RELATOS, VIAGEM

Selo: Rocco

Una bella villa. Durante muito tempo, Frances Mayes, professora americana, poeta e gastrônoma reconhecida, sonhou com a possibilidade de ter uma casa na Toscana. Qualquer uma. Bramasole foi a resposta a sua vontade de fazer parte, durante alguns meses por ano, da vida na província italiana. E não poderia ser uma resposta mais agradável. Um solar cor de abricó, com venezianas verdes, telhas antigas, balcões com gradis de ferro batido e patamares de terreno onde seria possível investir num pomar, na própria produção de azeite e até numa modesta vinícola.

Sob o sol da Toscana é o relato minucioso dos primeiros tempos de Frances e seu marido, Ed, em sua bella villa, às voltas com uma empreitada que se provou muito mais custosa e sacrificante do que parecia a princípio. Aqui os vemos derrubando paredes, consertando encanamentos, descobrindo antigas nascentes e até um afresco original. Aqui os vemos, completamente entregues ao prazer de receber amigos para uma refeição leve, à sombra de árvores frondosas, sobre toalhas de linho, ou em passeios pela cidade vizinha de Cortona, uma pequena jóia medieval. Ou ainda elaborando um minucioso roteiro turístico, em que a Toscana é literalmente esquadrinhada, para satisfação do leitor.

A proposta poderia fazer lembrar, aos mais desavisados, a do livro de Peter Mayle, Um ano na Provence. Fora o mesmo ímpeto de morar num país que não é o seu, porém, as semelhanças são tênues. Enquanto Mayle faz de sua Provence um lugar em que a joie de vivre é a marca essencial, e carrega no humor, Frances Mayes investe no lirismo e no olho sábio de quem sabe transformar o prazer de comer em conselhos e dicas, para quem gosta de partilhá-los.

Leitora perspicaz, Mayes fala de D. H. Lawrence, Keats, Virgílio e Flannery O’Connor, interessa-se pela vida dos santos e entremeia suas memórias com a infância passada no Sul dos EUA, onde sua família era dona de fazendas. A Toscana que surge em seu livro não é apenas um lugar delicioso, que vai nos envolvendo, à medida que viramos as páginas. É um lugar cujas raízes são esmiuçadas, explicadas, investigadas com fina observação antropológica, tornando a viagem, além de deleitosa, instrutiva. Como bem definiu a Booklist americana, eis um livro que possibilita a "mais perfeita viagem sem sair de casa".

Comente  
Instagram

O AUTOR

A norte-americana Frances Mayes tornou-se um fenômeno internacional de vendas em 1996, com Sob o sol da Toscana, livro que ficou 80 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times e foi adaptado para o cinema em 2003, com a atriz Diane Lane no papel da escritora. De lá pra cá, escreveu outros livros autobiográficos sobre viagens e a vida na Toscana. Atualmente, a autora divide seu tempo entre a Carolina do Norte (EUA) e Cortona (Itália).

Página do autor +