Capa do livro A Vida Antes do Homem

A Vida Antes do Homem

Autor: margaret atwood

Tradução: Léa Viveiros De Castro

Preço: R$ 34,50

352 pp. | 14x21 cm

ISBN: 85-325-1786-2

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA

Selo: Rocco

Escrito em 1979, A vida antes do homem, da canadense Margaret Atwood, chega ao mercado brasileiro com nova tradução e cuidadosa reedição da Rocco. No quarto romance da premiada autora, Elizabeth e Nate são o casal de protagonistas que lutam para preservar o decadente casamento e manter a sufocante rotina conjugal. É neste pano de fundo que se forma o triângulo amoroso com Lesje, jovem mulher que trabalha no Museu de História Natural e para quem os dinossauros são mais importantes que qualquer ser humano.

Casados há uma década, Nate e Elizabeth vivem aprisionados ao instante e resumem-se a atender às necessidades do momento e sobreviver às frustrações do que prometia romper o repetitivo: os amores, a carne, a ilusão do prazer duradouro, a paixão que dura até o primeiro dilaceramento. A crise no relacionamento é acentuada pelo suicídio de Chris, amante de Elizabeth, e o posterior envolvimento de Nate com Lesje. Pouco a pouco, Margaret Atwood revela ao leitor as peculiaridades do relacionamento, aparentemente liberal mas repleto de conservadorismo, do casal de protagonistas.

As relações entre Nate, Elizabeth e Lesje também são marcadas pelas histórias particulares de suas famílias, por seus traumas e memórias. Sem psicologismo, a autora constrói uma narrativa detalhista, com personagens bem construídos, que se tornam íntimos e cúmplices do leitor.

Cada personagem lida, a todo instante, com a dificuldade para desatar velhos e estáveis laços e se tornar livre para construir novos vínculos, fugidios e imprecisos. Com maestria, Margaret Atwood consegue se distanciar moralmente dos personagens e, ao mesmo tempo, mergulhar em suas particularidades e idiossincrasias.

Amor, família, casamento, solidão, sexo, morte e traição são os fios condutores do romance. A autora trata com profundidade desses temas tão complexos e, ao mesmo tempo, tão corriqueiros. Mais do que um romance sobre a relação entre os três personagens, Margaret Atwood consegue traçar com riqueza de nuances três diferentes perfis e os conflitos gerados entre eles.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Uma das maiores escritoras de língua inglesa, Margaret Atwood foi consagrada com alguns dos mais importantes prêmios internacionais, como o Man Booker Prize (2000) e o Príncipe de Astúrias (2008), pelo conjunto de sua obra, além de ter sido agraciada com o título de Cavalheira de L’Ordre des Art et Lettres, na França. Tem livros publicados em mais de 30 idiomas e reside em Toronto, depois de ter lecionado Literatura Inglesa em diversas universidades do Canadá e dos Estados Unidos e Europa. Transita com igual talento pelo romance, o conto, a poesia e o ensaio, e se destaca por suas incursões no terreno da ficção científica, em obras como O conto da aia e Oryx e Crake, ambos publicados pela Rocco.

Página do autor +