Capa do livro Rita e Treco

Rita e Treco

Coleção Rita e Treco

Autor: jean-philippe arrou-vignod & olivier tallec

Tradução: Pedro Karp Vasquez

Ilustração: Olivier Tallec

Preço: R$ 19,50

32 pp. | 16x18,5 cm

ISBN: 9788562500053

Assuntos: INFANTIL, ROCCO PEQUENOS LEITORES

Selo: Rocco Pequenos Leitores

As roteiristas de cinema são unânimes em considerar a comédia o mais difícil dos temas. Muitos escritores acham mais desafiador escrever para crianças do que para adultos. As razões são as mesmas: em ambos os casos não há espaço para hesitações ou protelações e o efeito desejado – prender o espectador ou o leitor – deve ser imediato e constantemente reiterado. Um drama ou um suspense policial podem ser desenvolvidos passo a passo até o final explicativo; já a comédia cinematográfica e o livro infantil precisam conquistar o público de imediato e mantê-lo interessado e surpreendido o tempo todo para que o espectador/leitor não o abandone.

Esse é um risco que Jean-Philippe Arrou-Vignod e Olivier Tallec jamais correrão com as aventuras de Rita e Treco, capazes de fascinar igualmente crianças e adultos. Difícil dizer quem vai se divertir mais, pois a aparente simplicidade das historinhas dessa dupla impagável é cheia de subtextos que se revelam a cada releitura, renovando assim o prazer dos leitores. O livro é o primeiro da coleção homônima e de enorme sucesso na França, que chega ao Brasil pelo selo Rocco Pequenos Leitores.

Ao contar a história da pequena Rita – que ganha muitos e variados presentes em seu aniversário, mas nenhum interessante o suficiente para agradá-la, exceto um curioso pacote “fujão” – , os autores criaram uma narrativa cativante e de humor levemente ácido. Afinal, que “treco” há dentro do embrulho? Que “treco” desconhecido é esse que teima tanto em fugir dessa invocada garotinha, e por isso mesmo chama a sua atenção? A essa altura, não é difícil imaginar o que há dentro da caixa. Mas Rita adverte: “Vou logo avisando, cachorrinho: se você for de pelúcia, vai direto para a lata de lixo!”

A literatura infantil e as histórias em quadrinhos estão cheias de cachorros geniais e gatos idem, de modo que não é pouca coisa – ao contrário, é grande proeza – conseguir a façanha da criação de um cachorro imaginário inesquecível. Sendo proeza maior ainda fazer isso com um cachorro que nem nome tem! Por preguiça de encontrar o nome ideal, sua dona, a adorável Rita, passa a chamá-lo de Treco, o que acaba sendo uma boa solução, pois nos adverte que podemos ter um treco de tanto rir com ele.

Assim, com boas gargalhadas e uma pitadinha de irreverência, tem início uma longa amizade que promete ainda muitas aventuras para os pequenos com os próximos títulos da coleção: Rita e Treco na escola, Rita e Treco na praia e O domingo de Rita e Treco.

Comente  
Instagram

O AUTOR

O escritor Jean-Philippe Arrou-Vignod nasceu em 1958, na região de Bordeaux (França), e mora nos arredores de Paris. É formado em letras pela École Normale Supérieure de Saint-Cloud e, além de escritor (celebrado por seus romances policiais infantis) é também editor, professor e autor teatral.

Página do autor +