Capa do livro Inferno

Inferno

Autor: patrícia melo

Preço: R$ 39,50

392 pp. | 13x20 cm

ISBN: 9788532525260

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, FICÇÃO NACIONAL

Selo: Rocco

Disponível em e-book

Preço: R$ 27,50

E-ISBN: 978-85-64126-61-9

Reconhecida à época por seus romances ambientados em São Paulo, Patrícia Melo mudou de ares no aclamado Inferno, vencedor do Prêmio Jabuti de 2001. A trama, que tem como cenário uma favela carioca, é centrada em José Luís Reis, o Reizinho, menino pobre que começa a trabalhar para o tráfico de drogas aos 11 anos e se torna líder do morro. Em uma narrativa rápida e tensa, semelhante ao ritmo de vida do protagonista, a autora traça um panorama da violência e da face caótica do mundo.

A vida de Reizinho se parece com a de muitos meninos que moram em favelas. Filho de Alzira, uma empregada doméstica que acredita na violência como método de disciplina, ele desiste da escola às escondidas e se torna olheiro dos traficantes. Seja circulando pelas vielas ou parado em seu posto no alto do morro, o menino solta a imaginação e fantasia uma série de situações, como o encontro com o pai que abandonou a família antes que ele pudesse conhecê-lo.

Aos poucos, Reizinho mergulha no universo das drogas, tornando-se dependente químico, e termina cada vez mais envolvido com o crime, apesar das tentativas de Alzira de tirá-lo desse meio e lhe arranjar uma profissão honesta. Paralelamente, a irmã do menino não escapa do destino de muitas adolescentes pobres: virar mãe solteira.

Os conflitos com a polícia e as facções rivais, as traições de membros da quadrilha, as mortes por vingança e a adrenalina constante de quem vive à margem da sociedade são alguns dos elementos presentes em Inferno. Em certos trechos, o leitor perde o fôlego, tamanha a veracidade e a intensidade da trama. A cada capítulo, o instinto de sobrevivência de Reizinho se torna mais aguçado, enquanto o que resta da inocência infantil desaparece.

Misturando histórias de amor, família, trabalho, crime e poder, Patrícia Melo cria uma teia de eventos que mantém o leitor em permanente estado de tensão e expectativa. Com o talento que lhe rendeu fãs ao redor do mundo, a escritora explora cada faceta da vida do protagonista, sem perder o ritmo ágil. O resultado é um olhar crítico sobre o caos que rege a sociedade, alinhavada pela violência como sua face mais cruel e visível.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Ágil como uma facada. Tensa como incita o corte. Violenta qual o acaso. Assim é a narrativa de Patrícia Melo, nome de destaque da ficção nacional. Com humor corrosivo, personagens ricos e tramas de fluidez cinematográfica, Patrícia dedica sua verve a tratar sobre a morte — ora espetáculo, ora banal — e sobre a violência em suas várias facetas.

Página do autor +