Capa do livro Sílvia

Sílvia

Coleção Novelas Imortais

Autor: gérard de nerval

Tradução: Luís De Lima

Preço: R$ 19,50

96 pp. | 14x20 cm

ISBN: 978-85-7980-067-2

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, ROCCO JOVENS LEITORES

Selo: Rocco Jovens Leitores

Disponível em e-book

Preço: R$ 12,50

E-ISBN: 978-85-81220-27-7

Idealizada por Fernando Sabino, a coleção Novelas Imortais, que a Rocco relança com novo e ousado projeto gráfico, agora pelo selo Rocco Jovens Leitores, reúne narrativas breves de autores de grandes clássicos universais, como Miguel de Cervantes, Herman Melville, R. L. Stevenson, Gustave Flaubert, Henry James, E. T. A. Hoffmann, entre outros. São pequenas obras-primas selecionadas e apresentadas pelo escritor mineiro que voltam às prateleiras com o objetivo de difundir obras talvez menos conhecidas, mas não menos geniais, de escritores consagrados, agora ao alcance dos jovens brasileiros.

O francês Gérard de Nerval ainda era estudante quando publicou o primeiro livro, de elegias patrióticas, Napoléon et la France guerrière. Seguiram-se vários livros de contos e novelas, além de três peças de teatro em parceria com Alexandre Dumas. Sustentava que “o sonho é uma segunda vida”, afirmação com que abre o livro Aurélia, publicado no ano de sua morte, 1855. De todo esse trabalho, o principal acabou sendo As filhas do fogo, que contém a novela Sílvia, considerada a sua obra-prima.

Em Silvia, a história é contada por um narrador apaixonado que, alternando presente e passado, busca distinguir seus sentimentos e descobrir onde está o amor em meio a uma paixão simultânea por três mulheres distintas. Numa mistura de fantasia e realidade, ele descreve fatos de sua infância no interior da França ao mesmo tempo que revela e analisa o que sente no atual momento, numa trajetória sinuosa em busca da plenitude sentimental.

O estilo de Nerval, simples e despretensioso, empresta um ar de naturalidade às criações de sua fantasia. E é dessa maneira que conta os encontros e desencontros do herói romântico com as três mulheres que compõem a idealização do amor, tal como concebido nos sonhos do autor.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Gérard de Nerval nasceu em Paris em 2 de maio e ali morreu em 25 de janeiro de 1855. Com a morte da mãe, o pai passou a educá-lo, ensinando-lhe, além de grego e latim, rudimentos de árabe e persa. Estudante ainda, publicou seu primeiro livro, de elegias patrióticas, La France Guerriére. Aos 20 anos lançou uma tradução do Fausto, de Goethe, em que Berlioz mais tarde se basearia para criar a sinfonia A danação de Fausto. Aos 21 anos, já com alguma reputação literária, associou-se a Théophile Gautier na elaboração de um folhetim dramático publicado regularmente na imprensa. Em 1842, após o casamento e morte de uma atriz pela qual tivera uma violenta paixão, partiu em viagem pela Alemanha em companhia de Alexandre Dumas e depois sozinho pelo resto da Europa, levando desde então uma vida irregular e excêntrica. Em 1852 publicou uma série de novelas no livro Os iluminados, ou os precursores do socialismo. Seguiram-se vários livros de contos e novelas, além de uma peça para teatro em parceria com Alexandre Dumas, e Aurélia, publicada no ano de sua morte. De todo seu trabalho, o principal foi Les filles du feu, onde está incluída a novela Sílvia.

Página do autor +