Lançamentos de janeiro

5 de janeiro de 2016


Jovem

Rocco Jovens Leitores

Missão justiça – Crônicas de Elementia: Uma aventura não oficial de Minecraft, de Sean Fay Wolfe – Fan-fiction inspirada no fenômeno Minecraft, um dos jogos mais vendidos do mundo e febre entre os pré-adolescentes, o primeiro volume da série Crônicas de Elementia, do jovem Sean Fay Wolfe, foi escrito entre uma aula e outra num notebook que Sean levava para o colégio e publicado de forma independente quando ele tinha apenas 16 anos. Mas o sucesso do jovem autor logo chamou a atenção da gigante HarperCollins, que não demorou a adquirir os direitos de publicação da obra. Em Missão justiça, que chega agora às prateleiras de todo o Brasil pelo selo Rocco Jovens Leitores, três jovens jogadores de Minecraft são vítimas de preconceito e perseguição de usuários mais experientes no servidor Elementia e se veem envolvidos em grandes batalhas contra as forças do mal. Uma jornada eletrizante para os fãs do universo Minecraft e para qualquer leitor em busca de uma boa aventura. [Leia +]

 A eternidade pelos astros – Coleção Memórias do Futuro, de Louis Blanqui (Org. Marco Lucchesi) –  No segundo livro da coleção Memórias do Futuro – que reúne clássicos inéditos ou pouco conhecidos no Brasil, mas que mantêm o frescor estético e a atualidade –, o teórico socialista e revolucionário francês Louis-Auguste Blanqui (1805-1881) une química e poesia para refletir sobre a dinâmica do universo e a existência humana. Segundo ele, o universo é composto por um número finito de elementos que, combinados de incalculáveis maneiras diferentes, repetem-se, com pequenas variações, eternamente: “A eternidade encena, imperturbável, no infinito, as mesmas representações.” Mais do que a veracidade científica de suas hipóteses, a beleza da viagem empreendida por Blanqui, que antecipou o pensamento de Nietzsche acerca do eterno retorno, está no modo como se desenrola a argumentação, na riqueza das analogias e no brilhantismo sardônico de seu estilo. [Leia +]

Nanook– Ele está chegando, de Gustavo Bernardo – Bernardo só começou a falar aos quatro, ainda assim numa língua irreconhecível. Aos 15, o garoto, considerado problemático pela mãe, é levado a uma clínica psiquiátrica e, durante a consulta, numa espécie de surto, faz uma declaração enigmática: “Eu só queria avisar: Nanook está chegando.” Durante seu tratamento, Bernardo torna-se um desafio para seu médico, principalmente quando fatos estranhos começam a ocorrer, como a queda brusca das temperaturas em todo o mundo e o aparecimento de estranhos cães brancos pela cidade de Ouro Preto. Que ligação pode existir entre o aviso de Bernardo e esses fatos? Com quarta-capa assinada por Ana Maria Machado, Nanook encerra a Trilogia da Utopia, do escritor, ensaísta e professor universitário Gustavo Bernardo. Um romance envolvente que mergulha nas tradições da população inuit, os primeiros habitantes das regiões árticas do Canadá,  e convida o leitor a refletir sobre questões como autismo e mudanças climáticas. [Leia +]

O túmulo da borboleta – The Murder Notebooks #3, de Anne Cassidy – Depois de Hora morta e A morte de Rachel, a série de suspense The Murder Notebooks chega ao seu terceiro volume, O túmulo da borboleta, levando os jovens Rose e Joshua a Newcastle, onde o tio de Joshua está internado e onde os dois descobrirão fatos surpreendentes sobre seus pais e o mistério que cerca seu desaparecimento. Decididos a investigar o paradeiro de Kathy, mãe de Rose, e Brendam, padrasto da garota e pai de Joshua, os dois adolescentes se veem enredados numa trama de perigos e segredos que envolve uma tatuagem de borboleta e seis cadernos com anotações em código, mapas e foto que eles terão que desvendar se quiserem descobrir o que realmente aconteceu. E principalmente se quiserem sobreviver. [Leia +]

Tags1: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *