Sucesso nos cinemas, o bem-sucedido filme Bicho de sete cabeças é inspirado no relato autobiográfico do jovem paranaense Austregésilo Carrano Bueno, autor de Canto dos malditos, da editora Rocco. Adaptado para o cinema em 2000, Bicho de sete cabeças popularizou a denúncia feita por Carrano sobre a questão manicomial no país e conquistou 57 prêmios, sendo oito internacionais. O filme é atração de Quinta-feira, dia 06, da Rede Globo e será exibido às 21h50, logo após a novela Senhora do destino.

Aos 17 anos, em 1974, Carrano era um jovem rebelde, habituado a fumar maconha e a se drogar com medicamentos de uso restrito, embora não pudesse ser considerado um viciado. Certo dia, o pai de Austry, como ele era chamado, encontrou uma trouxinha da erva alucinógena em sua jaqueta. Sem nem ao menos conversar a respeito do assunto com o filho, ele o internou à força num hospital psiquiátrico para desintoxicação.

Relato de denúncia e de desabafo, Canto dos malditos traça o triste quadro de abandono dos hospitais e pacientes psiquiátricos no país. O relato é ainda mais contundente por ser contado por um ex-paciente: Austregésilo Carrano conheceu de perto o horror das sessões semanais de eletrochoque, das doses diárias de sedativos e as péssimas condições de higiene das clínicas. Carrano descreve em detalhes as atrocidades que sofreu e os terrores que presenciou durante sua temporada nos hospitais psiquiátricos. O livro, que ganhou recentemente posfácio inédito e edição revista, é um precioso documento sobre os abusos cometidos em hospitais psiquiátricos brasileiros.

No filme dirigido por Lais Bodansky, o protagonista é Neto, vivido por Rodrigo Santoro, jovem da classe média baixa que mora com a família num subúrbio de São Paulo. Tudo muda na vida do rapaz quando seu pai, com quem vive brigando, descobre um cigarro de maconha entre seus objetos pessoais. Radical, ele interna o filho num hospício. As instalações e o tratamento dados aos doentes do lugar são desumanos. É o início de um grande pesadelo para Neto. Além de Rodrigo Santoro, também estão no elenco os atores Othon Bastos e Cássia Kiss, que interpretam os pais do jovem Neto.


 

Livro: CANTO DOS MALDITOS

Autor: Austregésilo Carrano Bueno

ISBN: 85-325-1275-5

Páginas: 204

Formato: 14x21

Preço: R$ 24,50




Assessoria de Imprensa
Coordenadora: Cintia Borges (21) 3221-5390 — divulgacao@rocco.com.br
Secretária: Andréa Ribeiro (21) 3221-5379 — imprensa@rocco.com.br
Assistente Geral: Alan Lemos : (21) 3221-5369 – imprensa2@rocco.com.br

Editora Rocco – Rua Rodrigo Silva, 26 – 4º andar - 20011-040
Rio de Janeiro - RJ - Tel.: (21) 2507-2000 – Fax: (21) 2507-2244
E-mail rocco@rocco.com.brwww.rocco.com.br - Ligação gratuita 0800216789