Redenção pelo amor

Nana Pauvolih fala sobre os bastidores da história
14 de abril de 2016


redencao-amor-2

Quando comecei a escrever Redenção de um cafajeste, era para ser um livro único. Eu postava os capítulos na internet e logo minhas nanetes liam e iam para meu grupo secreto, tecer comentários. Eu me divertia com as declarações emocionais, com o envolvimento delas. Foi em uma dessas postagens que começou uma campanha para que eu escrevesse um livro sobre Matheus, um dos dois maiores amigos do nosso Reizinho Arthur (o cafajeste).

Tudo isso despertou em mim uma vontade de dar um final feliz a Matheus e também escrever um terceiro livro, do outro amigo deles, Antônio. Quando comecei Redenção e Submissão, o personagem Antônio e a personagem Cecília ganharam vida e imaginei todo o enredo do terceiro livro. Ali nascia a Série Redenção.

Nunca me arrependi dessa decisão. A Série Redenção só trouxe alegrias para minha vida e uma delas foi encerrar a trilogia com Redenção pelo Amor. Como se não bastasse me apaixonar loucamente por Antônio, o livro inteiro foi criado em meio a momentos incríveis que trouxeram para minha vida duas novas amigas, um número cada vez maior de nanetes e histórias inesquecíveis. É isso que quero compartilhar aqui com vocês.

Redenção pelo Amor fala de algo bem real, que quase todo mundo na vida já viveu um dia: um amor do passado, inesquecível. É o livro mais romântico dos três e, tão logo comecei a postar na internet, o encantamento começou. As meninas se envolviam, se apaixonavam, me mandavam mensagens. Torciam, sofriam juntas, opinavam, sonhavam.

Para mim foi se tornando cada vez mais frequente receber mensagens do tipo: “Nana, parece que você está contando a minha história” ou “ Nana, vivi um amor assim e sinto saudades até hoje”. Quanto mais intensos os depoimentos, maior se tornava minha intuição, meu desejo em escrever tudo que ouvia.

Duas nanetes com quem eu conversava às vezes e eram um pouco mais assíduas no grupo me contaram as histórias delas. Não sei o que aconteceu ali. Coincidência parece pouco para explicar. Uma delas me falou do seu “Antônio”, amor da sua vida que não deu certo e de quem não sabia nada há anos. A outra me contou do “Antônio” que amou e se casou com outra mulher. Eram detalhes tão lindos, tão saudosos, que pareciam se encaixar no meu “Antônio”. Ali eu combinei uma coisa com as duas: daria a elas o final feliz que não tiveram em suas vidas.

Foi o livro que mais trouxe realismo para minha vida de escritora. Ele nasceu em cima de uma inspiração, mas se criou por meio de sentimentos e sonhos, onde minhas duas novas amigas e todas as queridas nanetes que me procuraram tiveram importância infinita. Era meu presente para elas.

redencao-amor-3

A série Redenção fica agora completa com a história de Antônio

Como se não bastassem todas as coisas que senti e vivi como se fossem reais, as duas amigas se conheceram por meu intermédio e ali se formou uma amizade que parecia vir de décadas. Procuramos saber dos “Antônios” delas e descobrimos que tinham outras famílias. Se felizes ou não, se alguma vez paravam para pensar em minhas amigas e lembrar daqueles momentos do passado, eu não sei. Cecília e Antônio consumaram aquele amor em Redenção pelo Amor, deram a elas a realidade que um dia quiseram viver.

Não foi apenas isso que tornou este livro tão especial para mim e para tantas outras pessoas. Usei músicas em alguns momentos e a que mais marcou foi uma de Nando Reis, De janeiro a Janeiro. Era comum na época minhas nanetes irem a shows do cantor e mandarem fotos, postarem pedaços do show, dizendo que estavam ali por Cecília e Antônio ou que não conseguiam parar de pensar neles, como se estivessem abraçadinhos no show, junto com elas.

Para mim, como escritora, não havia nada mais gratificante do que ver como um livro podia despertar tantas emoções, tantas coisas boas nas pessoas. Até as que não consumaram seus amores pareciam felizes em lembrar, em reviver seus momentos através da saudade. E eu era felizarda por dividirem tudo isso comigo.

Depois de tanto encantamento, ainda faltava um último detalhe para acontecer. Na hora de escolher a capa, eu queria um “Antônio” especial. Com o olhar intenso que tantas vezes descrevi, com a beleza forte, com a determinação na expressão. Um homem que amou, perdeu, lutou, recuperou. O problema era que ninguém se encaixava no perfil. Até um dia que vi a foto de um modelo paulista. Foi como se meu personagem saísse da minha mente e se tornasse um homem real. Antônio existia, do jeitinho que imaginei.

Seria coincidência de novo o fato desse modelo ter nascido no mesmo dia e mês que eu e ainda termos mães com o mesmo nome? Aliás, um nome pouco comum? Não. Era o destino. Eu consegui meu livro, minha capa perfeita, meu romance contado com tantas histórias que se entrecruzaram em meu caminho. Ganhei amigas. Conheci novas nanetes. E agora apresento para vocês Redenção pelo Amor, um dos meus bens mais preciosos e um sonho realizado.

Quando forem ler, talvez se indaguem se aquilo aconteceu mesmo um dia, se foi real ou tirado da minha imaginação. Talvez tomem um susto e pensem “Vivi algo tão parecido!”. Ou quem sabe apenas cheguem à conclusão de que dariam tudo para viver um amor daqueles um dia. Eu sei apenas uma coisa. Vivi tudo isso. Cresci intimamente com tudo isso. E hoje sou uma pessoa muito feliz em poder mostrar meu “Antônio” para vocês. Na verdade … nosso “Antônio” e nossa “Cecília”.
Espero que gostem.

Nana Pauvolih é escritora.

TAGS: Antônio, Cecília, Coleção Violeta, LIvros, Livros Eróticos, Nana Pauvolih, Redenção, Redenção de um cafajeste, Redenção pelo Amor, Série Redenção,

Comentários sobre "Redenção pelo amor"

  1. Nana é uma Diva… Já garanti o meu, aguardando ansiosamente chegar!! Me apaixonei por essa história… Pela beleza das sensações descritas tão perfeitamente pela Nana, sofri tanto com eles e transbordei de amor com essa história linda e inesquecível… Nunca mais irei ouvir “Pra te lembrar” sem lembrar do Antônio e Cecília!! Só AMOR por esse casal lindo!!  

  2. Ai, que linda ?. Comecei a ler a história ainda no wattpad e, claro, me apaixonei loucamente pelo Antônio. A história de amor dele é da Cecília é maravilhosa! E realmente, tem quem viveu uma história parecida, e quem iria querer um amor assim.

    Fico tão feliz em ver que ele já está sendo publicado em livro físico! Parabéns Nana, você merece!

  3. Parabéns Nana Pauvolih tenho tds os seus livros pq adoro o que escreve e a forma como humaniza seus personagens , mais em especial Adoro Redenção pelo Amor, amo Antônio e Cecília e torço sempre para que Deus cuide de vc e de sua família, pois não nos conhecemos pessoalmente mais é como se fosse íntima na minha vida. Bjs grandes e sucessos grande escritora , bjs de sua Nanete Simone Ferri

  4. Boa noite,querida Nana.
    Fico muito feliz por você,conseguir realizar os seus sonhos e escrever histórias apaixonantes e especial para muitas pessoas. Te adoro de coração,você sempre será especial na minha vida e terá sempre o meu carinho e um lugar especial em meu coração. Muito sucesso sempre. Beijos

  5. Fui uma das privilegiadas que assistiu a tudo isso.
    Deste lado do Atlantico fiquei madrugadas dentro vivendo tudo isso, com a Nana e com todas as nanetes. Foram momentos unicos que nunca esquecerei.
    Para mim, esse livro representa muito mais do que uma magnifica e inspirada historia. Representa a partilha de inumeros momentos de camaradagem, convivio e alegria, que dificilmente se repetem.
    Sempre olharei para os livros desta trilogia com um grande sorriso no rosto.
    Obrigada Rocco por me permitir reviver tantas emoções.
    Parabens por valorizarem o talento da querida Nana, permitindo que mais e mais pessoas tenham acesso a todas as suas historias, embelezadas nas vossas paginas e capas de muito bom gosto.
    Obrigada Nana, por quem você é, por não desistir do seu sonho e continuar nos brindando com o seu talento.
    Brindo ao vosso sucesso, esperando que logo logo o Antonio atravesse o oceano até mim 😀
    Bjinhos desta nanete tuga

  6. Adoro ler seus livros
    Adoro ler você falando sobre seus livros
    E perdoe-me o Artur e o Mateus…
    Mas o Antônio é o meu preferido ❤
    Obrigada Rocco por permitir que eu possa tê-lo ela mãos

  7. Mensagem*É isso mesmo Nana, bem real história linda, série redenção é maravilhosa, Arthur , Maiana, Shopia Mat e Antonio e Cecília que realmente se identificam muito, amei demais !!! Com relação as coincidências , acho que é destino tbm te dizendo alguma coisa, lindo , vc merece!
    Nossa lindo td que vc escreveu, vc é uma paixão Nana!

  8. Tudo que a Nana escreve é especial, intenso, romantico. Ela tem este Dom, e soube usar se forma inteligente e envolvente historias ficticias em algo real em nossas mentes, mesmo aquelas que nao tem afinidade real com o enredo e suas Vidas, podemos afirmar que vivemos a vida deste casal de forma muito particular. Obrigada Nana pela sua parcipacao na evolucao literaria, Tenho orgulho de ser sua Amiga e Nanete. Bjs

  9. Nana, eu já li todos os livros que você escreveu (pelo menos os publicados) e vou te falar que sou muito fã do seu jeito de escrever, você é sem sombra de dúvida a minha escritora favorita, se você escrever bula de remédio, eu vou ler pode ter certeza. Agora sobre Redenção pelo amor eu vou te falar que não vejo a hora do meu livro chegar, eu preciso ter ele de forma física em mãos porque eu já li quando você postava e ele sempre foi o meu favorito o amor do Antonio e da Cecília é tudo que pessoas românticas sonham…resgatar um amor perdido no passado um amor tão poderoso que pode passar anos e anos e ele não acaba nunca, eu amo esse livro e os seus personagens são maravilhosos e cheios de verdade e eu espero profundamente que você continue escrevendo muito e nos agracie com a sua imaginação tão poderosa e maravilhoso…que venham mais Antonios, Théos, Arthur, Matheus, Pedros, Heitores, Joaquim, MIchas, Rafael, Malu, Laras, Evas, João , Anas, Maianas, Sophias e tantos outros…eu queria finalizar te agradecendo porque com certeza seus livros tornam a minha vida mais feliz.
    Um grande abraço.
    Nancy Bauru SP

  10. O que dizer de mais um trabalho maravilhoso da minha diva? Nana é um talento, foi um achado, nenhum romance erótico resistiu a uma segunda leitura depois da Nana… Esse livro me marcou tanto. Como a Nana disse, esse trabalho foi um dos mais realistas, digo até que a trilogia toda, pois redenção de um cafajeste também foi bem sofrido, Redenção e submissão foi bem tenso tb, tive medo muitas vezes pelo casal, que não tivessem o final feliz. Redenção pelo amor é uma estória linda de morrer, trilha sonora que te faz se perder em meio a tantos pensamentos e um amor arrebatador desses. Chorei tanto que desidratei, ficava pensando em quantos casais se perdiam no tempo, quantos viveram um amor tão grande e lindo quanto o de Antônio e Cecília e se perderam no tempo sem poder viver esse amor? Triste demais pensar em quantos amores foram vencidos por questões diversas… ambição, família, mal entendidos, etc… Esse livro te da esperanças, você pode passar pelo que for, se não deu certo hoje, quem sabe amanhã? Se o destino de desse uma segunda chance? Nana tenho certeza que Redenção pelo amor será mais um sucesso. Parabéns Nana e Rocco, por nos proporcionar tanta alegria em ter essa estória linda em nossas estantes! Bjo no coração Nana!!

  11. Acompanho Nana desde “A Coleira “, li a série Redenção e já tenho os dois primeiros livros físicos. São fantásticos. Meu preferido é Antônio, acho que o personagem é cativante ao mesmo tempo que intrigante. Gostaria de deixar aqui meu pedido para a série Segredos de Théo, Micah.Joaquim, Pedro e Heitor ser lançada em livro físico também.Segredos e Redenção são séries que não podem faltar numa biblioteca

    • Que ótimo, Ana Paula.
      Ficamos muito felizes com seu comentário.
      Que bom que pudemos contribuir um pouquinho para sua vida.
      Não deixe de conferir os outros títulos da série Redenção, você também irá se encantar!!
      Boas leituras sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *