Lançamentos de outubro

4 de outubro de 2018


Fantástica Rocco

FILHOS DE SANGUE E OSSO
Tomi Adeyemi
O legado de Orisha #1

A mitologia iorubá é o fio condutor de Filhos de sangue e osso, que marca a estreia de Tomi Adeyemi na literatura. Graduada em literatura inglesa em Harvard, a jovem escritora norte-americana de origem nigeriana recebeu uma bolsa para estudar cultura africana em Salvador, na Bahia, onde se inspirou a criar um universo de fantasia onde a magia dos orixás corre o risco de se perder para sempre. O livro abre a trilogia O legado de Orisha e conta a história de Zélie, uma jovem disposta a lutar contra a opressão sofrida por seu povo. Considerado um dos grandes lançamentos do ano nos Estados Unidos, Filhos de sangue e osso ocupa as principais posições do ranking dos mais vendidos do The New York Times desde o lançamento, há 27 semanas, e já chega ao mercado com adaptação negociada para o cinema pela Fox e publicação em mais de 25 países.
Rocco

O FÍSICO
Noah Gordon

Unindo ampla pesquisa histórica com imaginação vívida e descrições precisas, o norte-americano Noah Gordon conta os primórdios da medicina neste romance histórico magistral, um clássico de enorme sucesso que há anos recebe reimpressões sucessivas no catálogo da Rocco e chega agora às livrarias em nova edição, com capa dura e novo projeto gráfico. O protagonista é Robert Jeremy Cole, um homem com o dom quase místico da cura e com uma paixão: aprimorar seus conhecimentos da ainda incipiente medicina. Obcecado em contrariar as forças da morte e da doença na Inglaterra do século XI, Cole abandona o obscurantismo da Europa medieval rumo ao esplendor do Oriente, onde despontam as primeiras descobertas dessa ciência fascinante que teima em desafiar Deus.


A FILA
Basma Abdel Aziz
Distopia política da egípcia Basma Abdel Aziz, A fila recebeu o Pen Falkner Award na Inglaterra e resenhas positivas em diversos países ao fazer uso da sátira e do surrealismo para abordar questões urgentes e familiares. No livro, Basma descreve uma nação do Oriente Médio onde, após uma fracassada revolução, um novo poder se impôs: o Portão. Qualquer atividade que fuja minimamente à rotina diária deve ser submetida à sua aprovação. Há quem defenda que o Portão tem proporcionado uma bem-vinda estabilidade ao país; outros, no entanto, o condenam como injusto e tirano. Foi esse último grupo que saiu às ruas para mais um levante malsucedido – os Eventos Execráveis. Durante a manifestação, sem saber bem como ou por quem, Yehya foi baleado na região pélvica. Agora, para poder realizar a cirurgia de retirada do projétil, ele precisa ir até o Portão – e entrar na fila. Um retrato assustador da natureza sinistra do totalitarismo.

NÃO DEIXE MEU BEBÊ PARTICIPAR DE RODEIOS
Boris Fishman

Autor de uma das mais aclamadas estreias literárias da última década, com o romance Vidas reinventadas, o russo radicado nos Estados Unidos retorna à literatura com mais um título surpreendente e original. Em Não deixe meu bebê participar de rodeios, Fishman traz personagens muito humanos, livres de qualquer estereótipo, e uma prosa ao mesmo tempo eloquente e mordaz, pontuada com humor e melancolia, para contar uma história sobre adoção – de uma criança, mas sobretudo de um país. Tudo começa quando Maya Shulman e Alex Rubin, judeus de origem soviética, se conhecem nos Estados Unidos e se estabelecem como um casal. Por uma impossibilidade biológica, decidem adotar um filho. Nascido no estado de Montana, o pequeno Max era inquestionavelmente “um americano de primeira”. Seu pai biológico, de 18 anos, ganhava a vida montando touros; e a mãe, ao entregá-lo a Maya, fez um único e enigmático pedido: “Por favor, não deixe meu bebê participar de rodeios.” Um romance
sobre o mistério da hereditariedade e o verdadeiro significado do pertencimento.

 

FRACASSO E ACASO
Uma reflexão sobre erros, acertos e o papel do aleatório em nossas vidas
Ricardo Horowicz e Luiz Alberto Py

Partindo da análise de erros e acertos em trajetórias pessoais, o físico Ricardo Horowicz e o psicanalista Luiz Alberto Py se uniram para dar forma ao lançamento Fracasso e acaso, no qual se debruçam sobre temas como amor, inveja, finanças, sucesso e arrependimento para questionar se temos afinal controle sobre os acontecimentos, o quanto somos responsáveis por nossas derrotas (ou por nossas conquistas), e quais as lições que podemos tirar a partir disso para transformar nossa relação com o mundo e com nós mesmos. Partindo de suas vastas expertises – Horowicz é PhD em Física e atualmente é vice-presidente sênior da TCW Asset Management, em Los Angeles, onde desenvolve modelos matemáticos aplicados ao complexo mundo das finanças, e Py é psiquiatra especializado em psicanálise com mais de 50 anos de experiência profissional e autor de inúmeros livros – os autores analisam o quanto nossas vidas são alteradas por eventos triviais e escolhas aparentemente sem importância.

O MEU NOME É NINGUÉM
O regresso
Valerio Massimo Manfredi

Troia ainda arde em chamas quando Odisseu junta os companheiros de batalha e decide voltar para casa, na Ilha de Ítaca. Neste segundo volume de O meu nome é ninguém – o regresso, o escritor italiano Valerio Massimo Manfredi narra em detalhes o tortuoso regresso do astuto herói do poema de Homero. Antes de receber o afeto de Penélope e do filho Telêmaco, Odisseu terá de superar perigos, provações e, o mais complicado, lutar contra suas próprias fraquezas, que vão aparecendo ininterruptamente pelo caminho. Comedores de flor de lótus, o ciclope Polifemo, o rei do mar Posídon, lestrigões, sereias e os rebanhos de Helio na Trinácia são apenas alguns dos contratempos pelo caminho de Odisseu, mas quando ele finalmente acredita que venceu todas as provações, precisará se preparar para aquela que irá definir seu futuro para sempre: reconquistar o seu lugar ao lado de Penélope. Em linguagem moderna, mas sem deixar escapar detalhes da história clássica, Manfredi conduz o leitor de forma prazerosa pelo tortuoso caminho do herói de Ítaca.

 

Fábrica231

MINHA AVÓ PEDE DESCULPAS
Fredrik Backman

Uma história emocionante sobre vida e morte, família e amizade, realidade e fantasia, e sobre o direito de ser diferente, narrado sob o ponto de vista de uma precoce menininha de 7 anos. No livro, o segundo do autor do best-seller internacional Um homem chamado Ove, adaptado para o cinema com Tom Hanks no papel principal, a protagonista é Elsa: dona de uma maturidade e inteligência acima da média, a pequena fã de Harry Potter adora corrigir a gramática de todos a sua volta. A única amiga de Elsa é a sua excêntrica avó de 77 anos, capaz de assaltar um jardim zoológico porque a neta está triste, fumar em lugares proibidos, andar nua na varanda e pregar valentes sustos nos seus vizinhos. Quando a avó morre e deixa uma série de cartas pedindo desculpas a todas as pessoas com quem já errou, tem início a maior aventura da vida de Elsa.
Ponto forte: conto de fadas contemporâneo, o livro tem forte apelo entre jovens e adultos por tratar com sensibilidade e humor peculiar temas difíceis como a perda e o luto.
Prateleira: Um homem chamado Ove, do próprio autor; A busca sofrida de Martha Perdida, de Caroline Wallace; Coraline, de Neil Gaiman.

Anfiteatro

SUPERFANDOM
Como nossas obsessões estão mudando o que compramos e quem somos
Zoe Fraade-Blanar e Aaron M.Glazer

O que têm em comum os universos de Star Wars e Harry Potter, os filmes da Marvel, as marcas Coca-Cola e Red Bull? Todos eles têm uma imensa e engajada base de fãs. Até recentemente, eles eram considerados apenas consumidores preferenciais dos produtos e serviços oferecidos pelas marcas e celebridades. Mas, impulsionados pelas redes sociais, esses admiradores se encontraram, se organizaram em seu universo particular – o fandom – e ganharam poder. No livro, a designer e especialista em tecnologia Zoe Fraade-Blanar e o jornalista e consultor empresarial especializado em negócios não convencionais Aaron M.Glazer destrincham, em um texto rico e bem-humorado, o universo dos fandoms e fazem uma interessante síntese histórica, sociológica e psicológica do mundo dos fãs.

Rocco Pequenos Leitores

 AS AVENTURAS DE MU
Um extraterrestre na escola
Paula Browne

Literalmente explorando novos universos, o mais novo livro da escritora e ilustradora Paula Browne conta a história de um menino de outro planeta que vem parar na Terra por engano. Em As aventuras de Mu — um extraterrestre na escola!, Wrbkrykvdycvwymu, ou simplesmente Mu, está brincando e passeando com sua nave espacial sem rodinhas quando acaba caindo no nosso planeta. O primeiro humano que encontra é Dona Firmina, que decide tomar conta dele até que seus pais apareçam. Ela é professora e passa a levar Mu para a escola em que trabalha. Lá, o menino extraterrestre conhece outras crianças e aprende como é uma escola nesse planeta nada parecido com o seu.

TAGS: lançamentos, Outubro,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *