Fogo-Fátuo

Patrícia Melo apresenta seu novo livro
6 de novembro de 2014


Aquarela Patricia MeloSempre tive vontade de escrever um romance policial come il fault, ou seja, dentro da escola clássica americana do gênero, com detetive, mistério  e um retrato fumegante da  vida violenta nas grandes cidades.

Fogo-Fátuo é o primeiro de uma trilogia com a personagem Azucena, chefe do setor de perícias da Central Paulista de Homicídios. Filha de um delegado de Guarulhos, ela acredita que o silêncio dos mortos é apenas uma linguagem, com sintaxe e semântica próprias, como o inglês ou a música. Quando  aceitou, na juventude,  a sugestão do pai de cursar biologia, e mais tarde,  ao se especializar  em criminologia e  prestar concurso para entrar na polícia técnica,  o que tinha em mente era isso, entender aquele idioma.

Fogo_fatuo_Patricia MeloComo Marlowe ou Sam Spade, a vida pessoal de Azucena  é  caótica e conflituosa. Aos quarenta e poucos anos,  bonita, mãe de duas filhas, vê seu casamento acabar da forma inesperada.  A família – que inclui um pai desencantado, uma irmã alienada e outra porra-louca – pesa nas suas costas.

Numa cidade onde os crimes acontecem em escala industrial,  as investigações são frustrantes: falta equipe, falta viatura, faltam condições técnicas. Azucena trabalha num cipoal de inquéritos, onde  a classe social da vítima e a pressão da imprensa acabam por definir  as  prioridades das investigações.

Ao tentar desvendar a misteriosa morte de um ator de sucesso num palco de teatro, Azucena nos mostra uma sociedade que trata a morte como espetáculo, uma sociedade onde fama e infâmia não se diferenciam em nada no circo da imprensa, uma sociedade cujo desejo voyeurista parece não ter limites.

Fogo-Fátuo é meu décimo romance.  Resolvi usar um dos meus desenhos na capa – um desenho misterioso, que parece um quebra-cabeça, ou uma amostra.

Na ocasião do lançamento, dia 13 de novembro, meus desenhos serão expostos.  Acho que é uma boa forma de comemorar meus vinte anos de carreira.

Patrícia Melo é autora de sucessos de público e de crítica, como O matador, tornado filme em 2003 sob o título O homem do ano, e Inferno, ganhador do prêmio Jabuti em 2001. É também roteirista e dramaturga de prestígio. Em novembro, Patrícia lança seu décimo romance, Fogo-Fátuo, o primeiro com uma protagonista feminina.

 

TAGS: Fogo-Fátuo, Lançamento, Patrícia Melo, Romance policial,

Comentários sobre "Fogo-Fátuo"

  1. Querida Patrícia Melo,

    Nem acreditei quando entrei no site da Rocco e vi que este ano veria um novo livro teu. Apesar de gostar mais de livros que começam e se encerram em si mesmos, fiquei feliz em saber que será uma trilogia: promessa de mais livros teus, e espero que não demorem tanto.

    Por favor, Patricia, não passe tanto tempo sem publicar algo! Este leitor, que tanto te quer bem (e à tua obra), sente saudade, falta mesmo. Diminua os intervalos entre uma obra e outra. É que é sempre muito bom ter mais e mais de ti, quando já se leu tudo.

    E que venha o restante da trilogia, e que venham os que virão depois da trilogia!

    Abraço do leitor

Deixe uma resposta para Marco Severo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *