Fílio Flitwick: Professor, campeão de duelos, maestro e amigo

Professores de Hogwarts 4/6 - Por Bárbara Kultchek
30 de janeiro de 2017


Flitwick_conducting

A Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, também conhecida como a Escola dos Sonhos de Todo Fã de Harry Potter, conta com um grupo de professores responsável por formar os alunos nos mais diversos ramos da magia. Assim como nas escolas trouxas – sim, nas escolas em que você estudou – você pode ter a sorte de cruzar o caminho de um bom mestre ou o azar de ter um professor que pega no seu pé o ano todo. Hoje, falarei sobre um dos mais amáveis funcionários da mui nobre Hogwarts, um daqueles que você tem vontade de levar para casa no fim da aula. Embarque comigo nessa história e venha conhecer um pouco mais sobre o pequeno Flitwick.

Fílio Flitwick nasceu em uma família bruxa com descendência de duendes (e a resposta é sim caso você esteja se perguntando se esse é o motivo pelo qual ele não tem mais do que 1 metro e meio) e estudou em Hogwarts, onde foi selecionado para a Corvinal – casa dos bruxos astutos e, não por acaso, minha casa. Após o seu último ano, Flitwick se tornou um Mestre de Duelos, tendo ganho o título de “Campeão de Duelos” em algum momento de sua carreira. Para tanto, ele teve que aprofundar seu conhecimento em feitiços, tornando-se um especialista no assunto.

Hagrid_and_Flitwick_at_the_High_Table

Com todo o conhecimento adquirido, Fílio voltou a Hogwarts para lecionar a matéria de Feitiços – e aqui vale lembrar que “Hogwarts sempre estará lá para acolher a quem a ela recorrer”. Com o tempo, ele acabou virando também diretor da Corvinal. Seu estilo de ensino era mais “descontraído” e raramente tirava pontos ou distribuía detenções, o que contribuía para ter uma boa relação com os alunos de todas as casas.

Isso me lembra um professor de Filosofia que tive no ensino médio. Eu não gostava da matéria até conhecê-lo, mas ele me fez virar fã de Freud e Nietzsche e até hoje é meu amigo pessoal! Definitivamente Flitwick era esse tipo de professor. O bruxo também deu aulas para Tiago Potter e Lílian Evans, e mais tarde, ao filho do casal, Harry Potter (conhecido também como “O Eleito”, ou se você preferir, “O Garoto que Sobreviveu”). E, claro, foi professor de outros famosos bruxos como Sirius Black, Remo Lupin e Severo Snape.

Justo e leal, Flitwick lutou contra Voldemort na Primeira e na Segunda Guerra Bruxa. E se está contra Você-Sabe-Quem, está do nosso lado, certo? (Se você for um Comensal, apenas ignore esse parágrafo). Quando soube que Voldemort e seus seguidores atacariam Hogwarts, ele construiu um muro de magias defensivas e levou estudantes para a Torre da Corvinal para lançar feitiços e derrotar Comensais da Morte (eu disse para ignorar). O que para ele, um mestre em encantamentos, não foi tão difícil, não é?!

FiliusFlitwick

No cinema, Flitwick teve dois visuais, mas sempre interpretado pelo inglês Warwick Davis

Seu posicionamento, no entanto, não se limitava a combater o Lord das Trevas quando ele atacava. Fílio era também contra todo tipo de preconceito. Inclusive aquele que ocasionalmente surgia nos terrenos de Hogwarts – daqueles que defendiam que bruxos mestiços, ou seja, que não tinham “sangue-puro”, fossem expulsos. Até porque ele mesmo não era cem por cento bruxo, tendo traços de sangue de duende. Não sei você, mas isso me faz pensar que talvez eu não seja cem por cento trouxa (lembrando que trouxa é quem não é bruxo).

Além de todas essas habilidades (provando mais uma vez que são os menores frascos que guardam as maiores surpresas), o professor era especialista em realizar magia nãoverbal e sem varinha, ambas técnicas consideradas muito difíceis. Ou seja, ele era mesmo um bruxo poderoso. Seus talentos se estendiam também à transfiguração e à arte de ser maestro. Isso mesmo, Maestro! Afinal, foi Flitwick quem conduziu a Orquestra de Hogwarts durante o Baile de Inverno.

Com tantos motivos para amar e admirar esse bruxo, acho que não restam dúvidas: Fílio Flitwick é meu professor predileto. E espero que tenha entrado na sua lista de favoritos também!

 

Bárbara Kultchek, estudante de administração e escritora do Profeta Diário nas horas vagas. Corvina de coração, sempre admirou Flitwick, diretor de sua casa, e tem muito orgulho em compartilhar os talentos desse mestre.

 

A série de textos Professores de Hogwarts é parte da programação da Harry Potter Book Night de 2017, que tem como tema os mestres da escola de magia e bruxaria mais famosa do mundo. Para mais informações sobre os eventos, que ocorrerão no dia 02 de fevereiro, e ter a chance de ganhar um exemplar de Harry Potter e a pedra filosofal ilustrado por Jim Kay, clique aqui.

 

Série Professores de Hogwarts:
1 – Os Primeiros Professores De Hogwarts;
2 – Mcgonagall, Rainha. O Resto, Nadinha;
3 – Professora Sprout, Semeadora Do Bem;
5 – Severo Snape – O Mestre De Poções Que Amamos Odiar;

6 – A magia que espalhamos pelo mundo;

TAGS: Corvinal, Fílio Flitwick, Harry Potter, Harry Potter Book Night, JK. Rowling, Professor, Professor Flitwick, Professores de hogwarts,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *