Cinco motivos para ler HP e a Criança Amaldiçoada

por Potterish
19 de agosto de 2016


Fãs a nível máximo, a equipe do Potterish, fã site brasileiro dedicado à série premiado pela própria autora J.K. Rowling, já leu a trama em sua língua original, inglês, e nos traz cinco motivos para ficarmos ansiosos pelo próximo Dia das Bruxas e Potterday, onde todos terão acesso à edição especial do roteiro de ensaio traduzido em português.

  • Nostalgia

Nostalgia é a palavra perfeita para descrever esta história. Os primeiros atos trazem uma mistura nostálgica do epílogo de Harry Potter e a Relíquias da Morte com toques e diálogos de Harry Potter e a Pedra Filosofal. Ao entrar em Hogwarts pela oitava vez, muitos dos seus amados personagens estarão de volta, mas desta vez com novos companheiros para essa jornada encantadora e diferente de todas as experiências Potterianas que você já teve na vida. Julianna Martins, tradutora.

As famílias Potter e Granger-Weasley na Estação de King’s Cross.

  • Anti-herói

Em toda a saga de Harry Potter, J.K Rowling nos apresenta um modelo de herói que é capaz de se sacrificar para o bem de tudo e de todos. Já em Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, temos um herói diferente: ele não age por um “bem maior” como destruir o Lorde das Trevas, mas pela necessidade de mostrar o seu próprio valor. Aryanne Valenzuela, produtora de eventos.

Harry Potter (Jamie Parker) conversa com o filho Alvo Severo (Sam Clemmett).

  • Amizade

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada traz de volta a tão importante relação humana caracterizada pela mistura única do amor, da ternura e do altruísmo. Antes de iniciar a leitura, uma amizade entre Alvo Severo e Escórpio Malfoy parece utopia. Contudo, este Malfoy e este Potter rapidamente se mostram diferentes de todos os outros de suas árvores genealógicas. É um dos pontos mais altos e apaixonantes da história. Pedro Martins, webmaster.

Escórpio Malfoy (Anthony Boyle) e Alvo Severo Potter.

  • Redenção

A redenção de Draco Malfoy é um ponto que vem sendo construído desde Harry Potter e o Enigma do Príncipe, mas é em Harry Potter e a Criança Amaldiçoada que temos uma visão ampla de um Malfoy adulto, maduro, com cicatrizes do passado e tentando reconstruir o futuro. E, assim como Harry, ele está engatinhando no aprendizado de como ser um bom pai. Isso é algo mágico de se observar. Débora Jacintho, colunista.

Draco Malfoy (Alex Price).

  • Equilíbrio

O gênero textual deste livro, roteiro, não é muito familiar para a grande maioria dos fãs. No entanto, um grande ponto positivo é que a história é apresentada de forma fluida e equilibrada entre as pequenas descrições de cenários e os diálogos propriamente ditos, com grandes pontos de virada e revelações do início ao fim, mantendo sempre a curiosidade aguçada. A leitura também incentiva uma imaginação criativa que faz o leitor criar, em sua mente, uma versão particular dos (vários) efeitos especiais realizados nos palcos do Palace Theatre, em Londres. Luana Sampaio, social media.

 Online desde 2002, o Potterish é um fã site brasileiro dedicado à série “Harry Potter” e mantido por quase uma centena de profissionais e entusiastas da área de comunicação social que vivem ao redor do Brasil e do mundo. O motivo de maior orgulho para todos eles é a premiação da autora J.K. Rowling, recebida em 2006.

TAGS: artigo, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, Potterish,

Comentários sobre "Cinco motivos para ler HP e a Criança Amaldiçoada"

Deixe uma resposta para Editora Rocco Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *