O AUTOR

Autoras:

Mathilda Kóvak e Suely Mesquita nunca foram pão-duras. Sempre gostaram de dividir brinquedos, canções, shows… De sua caixinha de música, já saíram dezenas de parcerias. Muita gente famosa já gravou música composta por elas. E muita gente que ainda vai ficar famosa também.

Desta caixa saíram ainda vários projetos dos quais elas foram curadoras e curandeiras: “Retrôpicália”(1992); “O ovo”(1996); “Bolsa Nova”(2002/03). Agora elas sacaram, lá do fundo, este livro, onde suas diferenças complementam-se outra vez. Suely é alta. Mathilda é baixinha. Mathilda é acelerada. Suely é calminha. Suely é clássica. Mathilda é nonsense. Suely é jazz. Mathilda, rock ’n’ roll. Mas, na verdade, sua parceria dá é samba, e elas se revezam nestes papéis, só para confundir o monstro que habita as caixas vazias de idéias, quando ele vem atrapalhar a aventura que a imaginação de ambas partilha.

Na caixa de Mathilda, existem também roteiros de filmes premiados, shows, CDs, outros livros infantis, HQs, livro de contos, programas de TV e rádio e, claro, muitas canções.

Na de Suely, CDs, preparação vocal de artistas para gravar, tournées premiadas, fotografia, literatura, e, claro, música, muita música.

Ilustrador:

As compositoras e escritoras, que dividem quase tudo, chamaram, para brincar com as ilustrações, Marcello Araújo, ilustrador e tocador de pandeiro, autor de livros infantis laureados e que, diferente de Salabim, o par de Pandura, não quer tudo só para si. Por isto, emprestou seu traço elegante e original à ilustração art déco-lorida de A caixa de Pandura, inspirada na estética do filme mudo, em preto e branco, A caixa de Pandora.

Comente  
Instagram
OBRA COMPLETA