GONZALO AGUILAR E MARIO CÁMARA

O AUTOR

Gonzalo Aguilar é Doutor em Letras pela Universidade de Buenos Aires, Professor Titular de Literatura Brasileira nessa mesma universidade e pesquisador do CONICET. Publicou Poesia concreta brasileira: as vanguardas na encruzilhada modernista, pela EdUSP, em 2005, Otros mundos: ensayos sobre el nuevo cine argentino, em 2005, traduzido para o inglês, Más allá del Pueblo (Imágenes, indicios y políticas del cine), em 2015, e Hélio Oiticica, a asa branca do êxtase: arte brasileira de 1964-1980, pela Rocco, em 2016. Foi Professor Visitante nas Universidades de Stanford, Harvard e São Paulo.
 
Mario Cámara é Doutor em Letras pela Universidade de Buenos Aires, Professor Adjunto de Literatura Brasileira nessa mesma universidade e pesquisador do CONICET. Publicou, entre outros, El caso Torquato Neto, diversos modos de ser vampiro em Brasil em los años setenta (2011, Lumen editor) e Corpos pagãos. Usos e figurações na cultura brasileira, 1960-1980 (2014, Editora UFMG). Desde 2003 faz parte do grupo de editores da revista Grumo (www.salagrumo.com). Traduziu, entre outros autores, Luiz Ruffato e Paulo Leminski. Foi Professor Visitante na Universidade de Princeton e deu cursos de pós-graduação na Espanha e no Brasil.

Comente  
Instagram