Capa do livro Trainspotting

Trainspotting

Autor: irvine welsh

Tradução: Galera & Pellizari

Preço: R$ 34,50

288 pp. | 16x23 cm

ISBN: 85-325-1773-0

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA

Selo: Rocco

COMPRE O LIVRO

Disponível em e-book

Preço: R$ 24,50

E-ISBN: 978-85-8122-432-9

Trainspotting é mais conhecido por sua versão cinematográfica, um cultuado filme de 1996 que fez a fama do diretor Danny Boyle e do ator Ewan McGregor (hoje mais conhecido pelo drama musical Moulin Rouge e pela minissérie Guerra nas estrelas). Trainspotting (1993),aqui na versão romance e que deu origem ao filme, acompanha as drogadas aventuras de Marc Renton, um jovem completamente mergulhado no mundo do vício na cidade de Edimburgo, Escócia. Com humor ácido, Welsh conta os esforços, não muito bem-sucedidos, de seu personagem para abandonar o vício da heroína. Cercado de amigos drogados como Spud e Sick Boy, da namorada adolescente Diane, e de traficantes como Johnny Cisne, conhecido como a Madre Superiora, Renton narra sua história de abuso de drogas, abstinência e recaídas dando ao pesadelo um certo tom de comédia.

Numa narrativa rápida, nervosa e cheia de gírias e palavrões (muito bem adaptada pela tradução de Galera e Pellizzari) Welsh traça um sincero retrato tragicômico das agruras de um dependente químico. O autor escreve com conhecimento de causa: ele teve sérios problemas com heroína na juventude, experiência que levou para sua carreira de escritor e o transformou num autor cultuado pelos jovens da Grã-Bretanha. Trainspotting é recheado de vinhetas batizadas de Dilemas de um Viciado, que são adaptações de trechos de um diário que o autor mantinha durante seus anos de dependência química. Como disse o autor numa entrevista, o livro foi escrito em "surtos", e fez sucesso antes mesmo de seu lançamento, em trechos publicados em diversas revistas inglesas e escocesas.

Livro mais popular e importante de seu autor, Trainspotting é um relato ao mesmo tempo visceral e divertido dos humores, hábitos e manias de um viciado dividido entre a busca do prazer e o constante arrependimento. E é também um retrato vivo e dinâmico do submundo da cidade de Edimburgo, freqüentado por jovens ansiosos, rebeldes, desbocados e um tanto desequilibrados. Combinando as duas coisas, Irvine Welsh fez uma preciosa narrativa sobra uma geração perdida, sua cidade natal e seu país de origem. O resultado é um relato universal que já fez sucesso em livro, filme e peça teatral no mundo inteiro e agora está disponível para os leitores brasileiros.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Humor e ironia causticamente refinados. Eis as marcas de Irvine Welsh, aclamado (e controverso) autor de romances, contos, peças e roteiros. Antes de ser escritor, foi técnico de TV, cantor e guitarrista de bandas obscuras de punk rock, e especulador imobiliário. Em 1993, publicou seu primeiro romance,Trainspotting, sobre o submundo dos jovens britânicos viciados em heroína. Sucesso de público e crítica, o livro ganhou as telas em 1996, pelas mãos do diretor Danny Boyle. Natural de Edimburgo, Escócia, Welsh afirma ter nascido em 1958. Outras fontes, porém, citam 1961, e mesmo 1951 — polêmica irrelevante. O que importa é o talento narrativo que o consagrou como um dos mais brilhantes autores britânicos surgidos nos anos 1990.

Página do autor +