Capa do livro Tempo de Matar

Tempo de Matar

Autor: john grisham

Tradução: Aulyde Soares Rodrigues

Preço: R$ 34,50

592 pp. | 14x19 cm

ISBN: 85-325-0443-4

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, SUSPENSE

Selo: Rocco

COMPRE O LIVRO

Pena de morte. Até que ponto se é contra? Até que ponto se é a favor? Se dois drogados estupram, torturam e tentam matar uma menina de 10 anos, qual a pena que deveriam ter? E se um pai, chocado com todas estas barbaridades cometidas contra a filha, resolve fazer justiça com as próprias mãos, o que ele merece? Pelas leis do Mississípi, Estados Unidos, 20 anos de prisão para os primeiros e a cadeira elétrica para o segundo.

Tentando reverter este paradoxo legal, o advogado Jack Brigance enfrenta mais um problema para defender seu cliente, Carl Hailey, preso depois de matar os dois estupradores: o racismo. A opinião pública fica dividida entre os que apóiam a atitude de Hailey e os que não admitem que um negro acabe com um branco.

A Ku-klux-klan resolve comprar a briga. Os jurados e o juiz são ameçados. O advogado de defesa tem sua casa incendiada, o marido de sua secretária é espancado e morre, sua estagiária sofre um atentado e seu segurança fica paralítico por causa de um tiro destinado a ele. E, pior, todos dizem que a causa é perdida.

Conhecido como o número um do legal thriller, John Grisham começou a escrever Tempo de matar três anos depois de se formar como advogado na Ole Mississipi Law School. O próprio autor reconhece que é seu livro mais autobiográfico. Ele foi tentado a transpor para um romance o clima dos tribunais depois que defendeu um homem que cometeu um crime semelhante ao de Carl Hailey. Grisham ficou obcecado com a idéia de vingança. "Por um breve momento, desejei ferozmente matar o estuprador, ser o pai daquela menina, fazer justiça. Havia uma história naquele caso", afirma.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

John Grisham nasceu em 8 de fevereiro de 1955, na cidade norte-americana de Jonesboro, no Askansas. Quando criança, sonhava ser jogador de beisebol. Jogou algumas vezes como quarterback no time de futebol americano dos Chargers, no Colégio Southaven, no Mississipi. Acabou, por fim, escolhendo o Direito como sua área de atuação, tornando-se advogado especializado em defesa criminal e processos por danos físicos.

Página do autor +