Capa do livro Os Desejos da Bela Adormecida

Os Desejos da Bela Adormecida

Trilogia Erótica

Autor: anne rice

Tradução: Amanda Orlando

Preço: R$ 29,50

352 pp. | 13,5x18 cm

ISBN: 978-85-325-2734-9

Assuntos: FICÇÃO – ROMANCE/NOVELA, ERÓTICO

Selo: Rocco

COMPRE O LIVRO

Disponível em e-book

Preço: R$ 19,00

E-ISBN: 978-85-8122-662-0

O conto de fadas A Bela Adormecida ganha uma roupagem nada inocente pelas mãos de Anne Rice. Em três livros – Os desejos da Bela Adormecida, A punição da Bela e A libertação da Bela a autora narra a sua versão da história da princesa condenada a dormir por cem anos junto com seus pais e toda a corte, depois de furar o dedo em uma roca de fiar enfeitiçada. Ao ser despertada por um príncipe, a jovem se descobre presa em um jogo erótico, carregado de sadomasoquismo, e imediatamente fica atraída por seu libertador.

Em Os desejos da Bela Adormecida primeiro volume da trilogia, a princesa abre os olhos depois do beijo do príncipe para se tornar vítima de um outro tipo de feitiço: seu coração e seu corpo estão sob controle dele, que arranca as roupas da jovem e a declara sua escrava sexual. Com o consentimento dos próprios pais, Bela é levada para a corte da rainha Eleanor, mãe do príncipe, onde se torna mais uma serviçal entre centenas de príncipes e princesas completamente nus, que servem como distrações até o dia de serem recompensados e mandados de volta aos seus reinos. Rapidamente, Bela fica fascinada por um universo que mistura prazer, dor e subserviência, mantendo-se como a favorita do filho de Eleanor. Ao mesmo tempo, ela não consegue evitar sua atração por dois escravos, os príncipes Alexi e Tristan, e serve ao deleite de Lady Juliana.

O segundo volume, A punição da Bela começa com a princesa em uma carruagem com outros escravos em desgraça, sendo levada para a praça de leilões do mercado da aldeia. Ela passa de favorita do príncipe a renegada para poder acompanhar Tristan, que havia sido expulso da corte. Ao serem vendidos, os dois vão para senhores diferentes: Bela vai trabalhar na pensão da senhora Lockley e vira a distração do capitão da guarda, enquanto Tristan fica nas mãos de Nicolas, o cronista da rainha. Mesmo separados, os dois escravos estão felizes, seduzidos pela disciplina da vila e por castigos cada vez mais severos. Quando a vila é atacada por soldados inimigos, os dois jovens estão no grupo de escravos sequestrados e condenados a servir no palácio de um novo senhor, o sultão, até o momento de serem devolvidos à rainha. Com eles, está Laurent, um escravo fugitivo que havia sido punido severamente.

A libertação da Bela encerra a trilogia mostrando a chegada de Bela, Tristan e Laurent às terras do sultão. Depois de serem preparados por um grupo de meninos e examinados pelo mordomo Lexius, Bela é levada para o harém, onde conhece novas formas de prazer com as mulheres do sultão, enquanto Tristan e Laurent são levados para uma orgia sadomasoquista exclusiva para homens. Mas surpresas aguardam os três escravos: Bela descobre que Inanna, uma das mulheres do sultão, teve o clitóris removido cirurgicamente. Já Laurent e Tristan ficam frente a frente com o sultão, que brinca com eles. Em seguida, os príncipes transformam Lexius em seu servo, para deleite dos três. Quando todos achavam que passariam muito tempo naquela terra tão diferente, são resgatados por emissários da rainha Eleanor.

O que o destino reserva a Bela, Tristan e Laurent? Por que a rainha teria interesse em buscá-los, deixando os demais escravos sequestrados nas terras do sultão? Como ficará a relação dos príncipes com Lexius? Até a última página, Anne Rice oferece cenas picantes e reviravoltas que prendem a atenção dos leitores. Vai ser difícil encarar os contos de fada da mesma maneira depois dessa trilogia.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

Sombrios, crueis, bebedores de sangue: os vampiros habitam o imaginário popular, conjugando fascínio e temor. Famoso por torturar seus inimigos no século XV, o príncipe da Valáquia (na Romênia) Vlad III, o Empalador, teria sido a inspiração para o personagem-título de Drácula, de Bram Stoker. O romance, de 1897, consolidou a lenda e gerou a base da moderna ficção vampiresca.

Página do autor +