Capa do livro Champagne supernovas

Champagne supernovas

Kate Moss, Marc Jacobs, Alexander McQueen e os rebeldes dos anos 1990 que reinventaram a moda

Autor: maureen callahan

Tradução: Maryanne Linz

Preço: R$ 34,50

256 pp. | 16x23 cm

ISBN: 978-85-68432-28-0

Assuntos: MODA, COMPORTAMENTO

Selo: Fábrica231

COMPRE O LIVRO

Disponível em e-book

Preço: R$ 22,50

E-ISBN: 978-85-68432-38-9

Os anos 1990 mudaram radicalmente o mundo da moda. Em Champagne supernovas, Maureen Callahan mostra como as noções tradicionais de beleza e estilo se transformaram neste período, dando lugar a outras formas de criar e consumir produtos. Focado nas histórias da modelo Kate Moss e dos estilistas Marc Jacobs e Alexander McQueen, o livro retrata o momento em que o alternativo virou o mainstream, transformando-se em um grande negócio.

Na mesma medida em que os anos 1970 e 1980 foram marcados pelo punk rock e pela arte moderna, a década de 1990 entrou para a história como o período dominado pela moda. Um trio de gênios rebeldes teve papel fundamental nisso: enquanto Kate Moss destronou as supermodelos da época, mostrando que havia beleza e glamour na imperfeição, Marc Jacobs e Alexander McQueen reagiram aos excessos que dominavam as coleções e criaram um estilo autêntico, quebrando regras e identificando tendências.

Embora não tenha entrevistado os três personagens centrais de Champagne supernovas, a autora conseguiu informações de bastidores com pessoas ligadas a Moss, Jacobs e McQueen. Entre os assuntos citados no livro, o tumultuado romance de Kate com o ator Johnny Depp, os dois namorados que Marc Jacobs perdeu para a Aids e os fatores que acabariam levando Alexander McQueen ao suicídio, em 2010.

Ao longo das páginas, os leitores ainda acompanham a trajetória atribulada de outras duas figuras importantes do universo fashion: a extravagante Isabella Blow, que descobriu talentos do calibre de Alexander McQueen e Philip Treacy, e a fotógrafa Corinne Day, que abriu as portas do mercado para Kate Moss.

Com uma linguagem simples e carregada de energia, Maureen Callahan mostra o lado humano de três ícones da moda e retrata um período em que a cultura alternativa esteve em ebulição. Moss, Jacobs e McQueen serão para sempre lembrados como pessoas à frente do seu tempo, que viveram altos e baixos, mas ajudaram a criar um mundo onde o popular é tão desejável quanto o chique.

Leia um trecho +

Comente  
Instagram

O AUTOR

Maureen Callahan mora no Brooklyn e trabalhou como editora no New York Post. Ela também escreveu para revistas como Spin, New York Magazine e Vanity Fair.

Página do autor +

MÍDIA

Santíssima trindade
Revista Vogue