Capa do livro Os Fantásticos Livros Voadores de Modesto Máximo

Os Fantásticos Livros Voadores de Modesto Máximo

Autor: william joyce

Tradução: Elvira Vigna

Preço: R$ 34,50

56 pp. | 29,2x20,6 cm

ISBN: 978-85-62500-43-5

Assuntos: INFANTIL, ROCCO PEQUENOS LEITORES, LINGUAGEM E LEITURA

Selo: Rocco Pequenos Leitores

COMPRE O LIVRO

Por Elvira Vigna


Pode ser que você já tenha visto o desenho animado. Afinal, foram catorze prêmios. Pode ser que você já tenha visto as imagens em alguma rede social da internet. São lindíssimas e todo mundo deu "compartilhar". Agora, você vai ver o livro.

Os fantásticos livros voadores de Modesto Máximo, de William Joyce, é um dos principais lançamentos da Rocco para a faixa dos jovens leitores neste ano. A história é simples. O solitário Modesto Máximo está na varanda escrevendo suas memórias. Vem um furacão. Ele perde tudo, menos as memórias. No furacão, uma moça voadora joga um livro sobre ele. Esse livro guia Modesto Máximo até uma biblioteca. Ele se torna dono da biblioteca. Cuida dos livros. Vai escrevendo o seu. Quando termina de escrever suas memórias, ele também adquire a capacidade de voar. Sai voando. Nesse momento, chega uma menininha. O livro de Modesto Máximo acaba no colo da menininha. Vai começar tudo de novo.

A história é simples. O que não é tão simples é a paixão pelos livros que a história contém. E não é simples porque é sutil. Passa pela combinação do texto, em frases curtas e diretas, com os desenhos, riquíssimos, cheios de detalhes.

Passa também por umas homenagens, aqui e ali, a clássicos que abrangem bem mais do que a faixa etária a que o livro supostamente é dirigido. O caso é que não são só jovens leitores a curtir o ambiente de lusco-fusco da biblioteca antiga, a cara de Buster Keaton do personagem Modesto Máximo, as referências ao Mágico de Oz, ao Júlio Verne ou ao boneco Humpty Dumpty. São referências à infância de muita gente, eu aí incluída. E adultos ledores de jornais também poderão encontrar no livro uma comovente remissão de experiências dolorosas. A varanda do personagem Modesto Máximo, quando começa o livro e o furacão, fica no bairro velho de Nova Orleans, cidade da mesma Louisiana onde o autor do livro mora e sempre morou. E onde viveu não só o devastador furacão Katrina, mas a morte de uma filha, ocorrida pouco antes de iniciar a escrita do livro. Além disso, Os fantásticos livros voadores de Modesto Máximo foi inspirado na vida de William Morris, que foi editor e grande amigo de William Joyce.

(Modesto Máximo se chama Morris Lessmore no original em inglês.) Mas esqueça tudo isso. Só pense na paz de uma biblioteca, no tempo lento que é o tempo de um livro, seja na leitura, seja na feitura. Só pense no tempo, esse tão grande, que um bom livro fica na cabeça de quem com ele entra em contato. Só pense no tempo que passa e no que você faz da vida. Bom livro para você.

Nota: Sugeri para o personagem principal também os nomes de Porfírio Pouquim, Enrico Centostão e Próspero Denada. A editora preferiu Modesto Máximo e, sem o saber, ecoou assim nomes que já existiram perto de mim e dos meus afetos, mantendo o que acontece com esse livro desde o começo. Quem sabe você também encontra nele algo de seu.

Elvira Vigna é escritora e tradutora.

Comente  
Instagram

O AUTOR

Escritor e ilustrador, William Joyce trabalhou em grandes produções da Disney/Pixar, como Vida de inseto e Toy story, e ganhou o Oscar 2012 pelo curta de animação Os fantásticos livros voadores de Modesto Máximo.

Página do autor +

MÍDIA