A sombra de Kissinger

Livro de Greg Grandin analisa a atuação e influência de Henry Kissinger
20 de dezembro de 2016


1412192445_089857_1412195322_noticia_normal

Professor da Universidade de Nova York, o historiador norte-americano Greg Grandin já se debruçou sobre temas diversos como a cidade perdida de Henry Ford na Floresta Amazônica no aclamado ensaio Fordlândia, ou o complexo e aterrador comércio transatlântico de escravos em O império da necessidade.

Agora, ele investiga a trajetória do mais controverso diplomata americano, Henry Kissinger. Para além da glória ou da condenação, Grandin defende que, para entender a crise norte-americana atual – com suas incursões militares que se arrastam por anos no exterior e a polarização política interna do país – é necessário decifrar Henry Kissinger.

Partindo da análise dos escritos de Kissinger, e de um grande número de documentos secretos e outros oficiais, muitos apenas recentemente liberados, Grandin revela como o grande conselheiro de Nixon em política externa ajudou a reviver uma versão militarizada da América centrada no imperialismo.

Acreditando que a realidade deveria se curvar às suas vontades, insistindo que a intuição é mais importante que os fatos, recusando-se a rever erros do passado, Kissinger antecipou, e até permitiu, a ascendência de ideais neoconservadores que levaram os EUA a guerras como a do Afeganistão e do Iraque.

Esta é a tese de Greg Grandin em A sombra de Kissinger, ensaio que vai além da mera biografia ao se propor a avaliar o legado da política externa implementada pelo polêmico líder ainda nos dias atuais.

A Sombra de Kissinger chega às livrarias em junho de 2017, pelo Anfiteatro, o selo de debates e ideias da Rocco.

a-sombra-de-kissinger

Capa internacional de A sombra de Kissinger

TAGS: A Sombra de Kissinger, Anfiteatro, diplomacia, diplomata, Greg Grandin, Livro, politica internacional,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *