Nas telas

Visitamos o set de Meus 15 anos, o filme!

Por Pedro Martins
16 de fevereiro de 2017


É o último dia de gravações de Meus 15 Anos. Já são quase 22h, e a cena que vão começar a rodar é relativamente simples: Bia (Larissa Manoela), vestida de debutante, corre chorando por um corredor – deu ruim, certeza! Ainda assim, há no mínimo cem pessoas naquele espaço. Maquiadores, produtores, a diretora e seus assistentes, o diretor de fotografia, os operadores de câmera, de luz e até de uma máquina de fumaça. Ah!, e Luiza Trigo, autora do livro e uma das roteiristas do filme.

Destaque

É um tango logístico capaz de deixar qualquer um boquiaberto. Isso porque é uma cena simples, lembram? Sem falas, sem nenhum outro ator.

À hora que ouço gritarem o tradicional “Silêncio no set!”, já perdi as contas de quantas vezes chequei se meu celular realmente está no silencioso. Talvez seja melhor até parar de fazer anotações – não me surpreenderia se dissessem que o ruído da caneta no papel atrapalha.

A câmera está ligada. Pessoas importantes estão vidradas no video assist – uma concentração invejável.

“AÇÃO!”

De forma bastante lenta, devo dizer: a cena, que deve ter cerca de dez segundos, demora uma hora e meia entre o primeiro ensaio e a última tomada.

O “Corta!” significa que podemos respirar livremente, voltar a fazer anotações e conversar baixinho. Até que venha o “Silêncio no set!” novamente.

É quase um ritual, e depois de tê-lo acompanhado durante algumas cenas e entrevistado a produção e o elenco do filme, meu bloquinho de anotações estava cheio de curiosidades. Vejam só:

Larissa Manoela (Bia) foi a semente de Meus 15 Anos. Durante as filmagens de Carrossel 2, Lari teve sua festa de debutante; a Paris Filmes, que já tinha em mente fazer um outro projeto com a atriz, pensou: será que a gente faz um filme deste universo dos 15 anos? “Houve um burburinho na época, e aí apareceu o livro da Luiza. Foi então que decidimos transformá-lo em um filme para a Lari”, relembra a produtora executiva Renata Rezende.

Com 16 anos recém-completados, Larissa é a mais nova do elenco. “Foi tudo muito novo”, conta a atriz sobre o seu primeiro papel de protagonista no cinema. “Em várias cenas pude reviver a minha festa. Tudo o que eu queria que tivesse durado mais aconteceu novamente.”

Para dar vida a Bia, Larissa passava por um processo de transformação que incluía até mesmo tingir o cabelo loiro de preto T-O-D-O-S os dias! “Na primeira vez em que eles [o elenco] me viram como Bia, foi um choque! Eu até cheguei a pensar que estava ruim. Mas como atriz isso me ajudou muito, porque era realmente a Bia, não a Larissa.”

Luiza Trigo, que se formou em Cinema antes de publicar Meus 15 anos (2014), também assina o roteiro da adaptação. Trabalhando junto a outros quatro roteiristas, a autora conta que foi um processo de muito desapego: “A essência dos personagens e de suas relações é a mesma, mas com algumas características diferentes e acontecimentos a mais. Mas eu estou muito feliz com as mudanças e todo o processo. É surreal!”

Uma das diferenças entre o livro e o filme é que nas telas a música é algo muito presente. “A base da relação da Bia e do Bruno é a música”, conta Daniel Botelho (Bruno), que junto a Larissa teve de aprender a tocar um instrumento chamado ukulele. E não para por aí, viu? Lari, que também é cantora, solta a voz em algumas cenas com letras originais! Tem também a participação especial da cantora Anitta, que... não, chega! Sem spoilers!

O primeiro encontro de Luly e Lari não poderia ter sido mais fofo: foi na Bienal do Livro! A atriz, que estava lançando seu primeiro livro, recebeu de presente um exemplar autografado de Meus 15 anos – “Para minha Bia”. “Eu estava muito ansiosa para saber como era a história, se era parecida com os meus 15 anos. Foi uma delícia. Eu devorei o livro em um voo!”

A produção do filme assistiu a mais de mil vídeos até chegar ao elenco definitivo. A maior parte desses testes, para o personagem Bruno. Desesperados, a equipe estava até considerando seguir outro caminho e chamar algum ator já conhecido. Foi em uma das últimas tentativas, no entanto, que a diretora Caroline Fioratti encontrou Daniel Botelho. “Não teve jeito nem de pensar em recusar! Quando o vi interpretando o texto e tocando violão... Ele era o Bruno perfeito!”, relembra Luly, que chorou ao assistir ao teste.

Para Bruno Peixoto (Thiago) e Daniel Botelho (Bruno), o processo de preparação do elenco foi o mais especial. “Sabíamos que íamos disputar a Bia, então ficávamos incorporando os nossos personagens e zoando pelo WhatsApp”, conta Daniel. “No dia em que a gente se encontrou”, continua, “parecia que eu já te conhecia há muito tempo”, completa o outro.

Conhecido por seu humor, Victor Meyniel deu seu próprio toque a Zé Carlos – ou Joseph Charles, como gosta de chamá-lo –, o assistente da cerimonialista da festa. “Carol foi muito gente boa! Sempre me dizia que era bom eu fazer o que quisesse na atuação.”

Meus 15 Anos é o primeiro longa-metragem de Caroline Fioratti, que até então havia dirigido apenas séries e curtas. “Foi uma delícia trabalhar neste projeto. Está me levando de volta a minha adolescência. Nos momentos de conflitos em cena, a gente sempre se colocava no lugar deles; às vezes até comentávamos você tinha um Bruno ou um Thiago?

Fotos: Stella Carvalho/ParisFilmes.

Meus 15 Anos chega aos cinemas no fim de junho com a história de Bia, uma menina de 14 anos muito estudiosa que se sente deslocada na escola. A situação fica ainda pior quando a garota descobre que ganhou a tão sonhada festa de 15 anos e sequer tem convidados suficientes para o evento. E agora?!

Leia também: O superpoder de Luiza Trigo.

pedromartinscontaaiPedro Martins, viciado em livros e filmes, descobriu a magia por meio dos escritos de J.K. Rowling aos oito anos. Essa paixão o tornou webmaster do Potterish.com e o possibilitou escrever sobre literatura para diversos portais, incluindo o britânico The Guardian. Mensalmente, ele conversa com os nossos autores e escreve a coluna Conta aí.

Tags1: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *